[Resolvi Escrever] - E se eu me permitisse?!

Oie amorecos, tudo bem com vocês?! Tenho um texto aqui guardado a algum tempo e hoje resolvi compartilhar com vocês, espero que gostem!




















E se eu me permitisse sentir o olhar de uma mulher sob mim, mesmo sendo mulher.
E se eu me permitisse sentir um calafrio na pele despertado por uma pessoa desconhecida.
E se eu me permitisse estar andando na rua e ao invés de cantadas sem sentidos, visse um motoqueiro colocar sua vida em risco ao me aplaudir.
E se eu me permitisse ouvir o som de saltos tilintando no chão em plena segunda-feira, numa pressa desenfreada para que chegue logo a sexta.
E se eu me permitisse vivenciar os sentimentos mais criticados pela sociedade, só pra saber como é e quebrar paradigmas.
E se eu me permitisse seguir padrões pelo fato de gostar e não por que é tendência.
E se eu me permitisse tentar algo novo a cada dia, sem ter que ter medo de dar errado.
E se eu me permitisse não querer ficar horas e horas falando da vida alheia, já que existem tantas outras coisas melhores pra fazer.
E se eu me permitisse criticar as pessoas que tem preconceitos, e não ser taxada de ignorante.
E se eu me permitisse chorar de saudade de alguém.
E se eu me permitisse ver um mundo melhor dentro de mim, e fizer parte da construção desse tal novo mundo.
E se eu me permitisse ser quem eu sou sem me importar com a opinião alheia.
E se eu me permitisse...

Ficaria aqui horas e horas contando através das entrelinhas os meus maiores segredos e com eles mostrando o quão é importante viver sem medo do que os outros vão dizer. Mas, deixo aqui meus votos a vocês que estão lendo para que se permitam e não se apeguem aquilo que os outros vão achar, pensar ou falar a seu respeito, afinal, essa vida é uma só, e não tem direito a replay.
Então, ame, faça amigos, sinta, viva, seja diferente e acima de qualquer coisa, se permita.

30 comentários :

  1. Que texto lindo ❤ tão próximo do momento que estou passando... Parabéns minha linda!! Obrigada por dividir conosco!! Bjs
    Gaby - Literakaos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie amoreca, que bom saber que o texto te auxiliou de alguma maneira, fico feliz por isso.
      Obrigada pela visita!
      Beijoka!

      Excluir
  2. Respostas
    1. Oie Cris que bom saber que gostou lindeza... Feliz em te ver por aqui!
      Beijokas!

      Excluir
  3. Oi Grazy,
    Adorei o teu texto é profundo e mostra muito de você, você de fato se permitiu.
    Eu também passei a me permitir há algum tempo e é libertador.
    Beijoos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Kris... bom saber que gostou.
      Sim sim... muito libertador viver a nossa maneira sem desrespeitar ninguém!
      Obrigada pela visita!
      Beijoka!

      Excluir
  4. Que texto mais lindo amore, se a gente se permitisse tudo seria diferente não é mesmo, mas com o tempo a gente aprende que tem que ser libertador e será tudo diferente.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Morgana,
      Que bom saber que gostou do texto, volte sempre aqui no blog.
      Beijoka!

      Excluir
  5. Oie, parabéns, texto maravilhoso, se permitir, algo simples que te torna leve, que te faz ver o quanto é bom ser feliz...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Rafa... feliz de te ver por aqui!
      Siga o exemplo e seja feliz também!
      Beijoka!

      Excluir
  6. Oi Grazie, obrigada por dividir um texto tão bonito quanto este conosco. Acho importante as pessoas ousarem, se permitirem ir mais longe, saírem de suas zonas de conforto. Sempre falo para meus filhos não terem medo de seus sonhos, e nem de viverem.
    Parabéns pelo texto.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie amoreca,
      Fico feliz que tenha gostado do texto amoreca... espero que sirva de exemplo pra usar com seus filhos.
      Beijoka!

      Excluir
  7. Olá Grazi!
    Adorei seu texto. Acho que pra todos nós há muitas coisas que devemos nos permitir. Viver a vida, fazer o bem e se todos pudessem sentir e aproveitarem cada dia da vida ultrapassando as pedras que muitas vezes nós mesmos colocamos no caminho, viveríamos melhor!
    Parabéns e obrigada por dividir conosco esse belo texto.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie amore,
      Que bom saber que gostou do texto... Sempre que possível volto com mais textos amore!
      Obrigada pela visita!
      Beijoka!

      Excluir
  8. Oiê! Eu penso que viver baseado no que os outros irão pensar é pedir para se frustrar porque é impossível agradar todo mundo, sempre terá alguém para criticar. O importante é sermos fiéis a quem somos, não se deixando levar por terceiros se aquilo vai contra o que acreditamos, e até, ouvir sim conselhos e opiniões, mas de pessoas que nos amam e querem o nosso melhor. Se permitir a ser voce mesmo. (Parafraseando o seu texto rs) Beijão! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Isa...
      Obrigada pelo comentário, simplesmente completou meu pensamento.
      Obrigada pela visita!
      Beijoka!

      Excluir
  9. Olá, Grazi!

    Texto simplesmente maravilhoso! Parabéns! Fiquei simplesmente encantada com a maneira como você escreveu, com as coisas que escreveu! Realmente maravilhoso!

    Vou procurar mais textos seus aqui no blog. Acho que já conhecia seu blog, mas na correria do dia a dia estou muitíssimo negligente com a leitura tanto de livros quanto de blogs. :(

    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Luna,
      Que alegria ler comentários como o seu, enche o coração de alegria e mais vontade ainda de escrever.
      Obrigada pela visita!
      Beijoka!

      Excluir
  10. Devemos sim aproveitar a vida, não sabemos o que nos espera no minuto seguinte, mas também acho que devemos ter prudência e não fazer nada que possa gerar algum arrependimento depois. Gostei do texto, só achei a quantidade de "E se eu me permitisse" bem cansativa, acho até que a intensão tenha sido repetir mesmo mas para mim ficou cansativo, acho que poderia separar por estrofes e usar apenas no primeiro verso, algo assim, mas a proposta do texto está muito boa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Bia,
      Concordo com o que disse... ás vezes é preciso prudência... mas não a ponto de não nos permitir aproveitar e sentir coisas novas, que nos façam bem.
      Obrigada pela dica... quem sabe se um dia eu vier a publicar mude a estrutura dele pra não ficar cansativo.
      Obrigada pela visita!
      Beijoka!

      Excluir
  11. Olá, Grazi!
    Tudo bem?

    Achei o texto maravilhoso, é profundo e bem escrito. Obrigado por dividir o texto conosco. Parabéns!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie amore,
      Que bom saber que gostou do texto!
      Obrigada pela visita!
      Beijoka!

      Excluir
  12. Grazi, adorei o seu texto.
    Você escreve muito bem e com muito sentimento.
    Lindas palavras...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Deb,
      Que bom saber que gostou lindeza!
      Obrigada pela visita!
      Beijoka!

      Excluir
  13. Oi, tudo bem?

    Nossa, parabéns pelo texto. Seria ótimo se existissem mais pessoas assim, que não se limitam aos outros e a si mesmas (porque, né, é óbvio que nós mesmos nos limitamos, dependendo da situação). Sobre a sua frase de seguir algo por gosto, me lembrei dos muitos textos que já li, que dizem que o gosto também é construído e cultural. Ou seja, mesmo que achemos que estamos agindo por conta própria, na verdade, há toda um poder simbólico social atuando por trás de nós.

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Nina,
      Que bom saber que gostou do texto ^.^
      Que análise perfeita, completou meu texto culturalmente, obrigado!
      Beijoka!

      Excluir
  14. Olá Grazi, tudo bem?
    Ainda não conhecia seu blog, e lendo esse texto maravilhoso amei sua forma de escrever. Temos que aproveitar a vida, temos que amar, ser amado, ser feliz e fazer o outro feliz. Temos que viver o agora, o presente, afinal como você disse, a vida não tem direito a replay.
    Um beijo.
    Meu Livro Fantástico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Isa, que bom ver você por aqui - seja muito bem vinda!
      Que bom saber que gostou da minha forma de escrever, vez ou outra sai algo aqui do coração!
      Obrigada pela visita!
      Beijoka!

      Excluir
  15. É difícil essa questão de influências, principalmente quando somos levados ao fundo do posso. Mas, li um livro recentemente que falava sobre isso Grazi! Devemos vencer na vida e encarar com toda força que temos. Acima de tudo nós devemos amar a nós mesmos para quem sabe amar ao próximo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie,
      Adorei seu comentário, que livro é esse que mencionou... curiosa por aqui já!
      Obrigada pela visita!
      Beijoka!

      Excluir

Deixe seu comentário