Lançamentos (Fevereiro/Março 2016)



Bom dia amorecos, e como hoje é o último dia do mês trouxemos pra vocês os lançamentos e pré-vendas de nossos parceiros, espero que gostem.




Aos que curtem e-book vale a pena conferir a pré-venda do livro (com uma das capas mais lindas que já vi na vida) "Um toque inesperado" da autora Laizy Shayne a ser lançado em 6 de Março na Amazon por R$9.99 - confira abaixo um pouquinho sobre essa história:

Anelise é uma encantadora jovem de 22 anos. Recém formada em administração, ela sonha com fotografia. Fugindo de sua pacata vida no Brasil, ela resolve ir para Amsterdã em busca de seu sonho.
E lá conhece Bernardo um modelo fotográfico, um playboy machista com uma vida totalmente aventureira, resta saber se se um toque inesperado será capaz de acender algum sentimento no coração dos dois.


Já a Editora Angel, está com alguns livros a serem lançados que só pela capa já dá pra imaginar que vem coisa boa por ai, deem uma olhada:

Espero que tenham gostado do que vem por ai, por que eu já fiquei super ansiosa!!!

[Estranho Mundo das Séries] - How to Get Away with Murder


Buscando uma série nova para assistir? 
Está cansado de assistir sempre a mesma história de heróis, vilões, combate ao crime e coisas do gênero... Bom, eu também estava procurando uma série diferente de tudo isso. 


Foi quando eu descobri “How to Get Away with Murder” (Como fugir de um assassinato, tradução livre), foi paixão desde o primeiro episódio e continuo acompanhado desde então. Mas se prepare que essa série vai mexer com todos os seus sentidos, emoções e julgamentos.





Essa série não é muito antiga, ela estreou em setembro de 2014 nas telinhas norte-americanas, exibida pela ABC. Chegou ao Brasil apenas em março de 2015, pela Sony. Atualmente a série se encontra na 2º temporada e com a terceira temporada garantida para alegria dos fãs (inclusive a minha).




How to Get Away with Murder, conta a história de Annalise Keating, uma renomada advogada de defesa e professora consagrada da Universidade de Middleton, onde dá aulas de Direito Penal ou como ela mesma diz “Como fugir de um assassinato”. Ela é temida pelos seus alunos e se tornou uma lenda no campus, e é considerada a melhor professora de Direito e a sua reputação nos tribunais é ainda maior, pois ela se destaca por nunca ter perdido um caso.




















Como professora Annalise é ríspida, firme e direta ao ponto em sua matéria, buscando desafiar os alunos com todas suas perguntas sobre Direito Penal. Após acompanhar o desempenho dos alunos ela seleciona os cinco melhores alunos de sua classe para estagiar em seu escritório e acompanhar de perto como é a vida de um advogado.












Depois de eleger os felizardos ou não, os alunos escolhidos foram Connor se considera o mais inteligente e astuto da sala, não tem escrúpulos quando quer algo –,  Laurel – misteriosa, astuta e extremamente quieta, mas por outro lado é muito determinada com seus objetivos –, Asher – nascido em uma família rica, sempre teve tudo que desejava, deixando extremamente convencido –, Michaela sempre buscando dar seu melhor e mostrar o seu melhor, gosta de estar sempre em primeiro lugar e Wes um jovem humilde, disposto a aprender, precisara de coragem pra enfrentar o que está por vim e superar o passado conturbado –, vão trabalhar ao lado Annalise e os seus assistentes Bonnie e Frank; isso para muitos é considerado um privilegio. E o melhor de tudo entre esses cinco alunos, quem se destacar no trabalho irá ser “premiado” com a estatua da Justiça, que ira conceder privilégios entre os demais até outra pessoa merecer mais.
Laurel
Connor
Michaela
  
Asher
Wes

Aos pouco os alunos vão se enturmando entre si, da mesma forma que vão deparando com a vida pessoal de sua professora, que apesar de ser casada com Sam Keating, um professor de psicologia, ela mantem outro relacionamento secreto com Nate, um detetive da policia. Mas não só a vida dela está prestes a entrar em decline, a de todos; Connor, Michaela, Laurel e Wes irão se envolver em um assassinato, onde irão usar tudo que aprenderam em aula, sendo que agora as vidas deles dependeram disso, não apenas as notas. E a duvida só aumenta no decorrer dos episódios, como: Quem é o cadáver? Será que eles irão sair impunes? Quem é o assassino? Essa e muitas outras perguntas vocês irão se fazer ao logo de HTGAWM.

















Uma série intrigante, envolvente e emocionante; essas três palavras descrevem com exatidão o que eu senti assistindo. Ganhadora de vários prêmios como “Programa de TV do Ano”, “Melhor série de Drama”, “Melhor Roteiro da Série Drama” entre outros e ganhando enorme de destaque pela sua atuação, Viola Davis foi indicada e ganhou de inúmeros prêmios entre eles são “Melhor performance de uma Atriz – Série de Drama” ,“Atriz Favorita em uma nova série” e “Melhor Atriz – Série Drama”. Entre todos esses Viola ao receber o seu prêmio do Emmy, de Melhor Atriz na categoria dramática, sendo primeira mulher negra na historia a ganhar esse premio, ela deu um maravilhoso discurso de agradecimento onde ela citou outras atrizes negras que ganharam e disputaram outros prêmios e que foram inspiração para ela. Em minha opinião, esses prêmios foram mais do que merecidos por sua incrível atuação.




















 A primeira temporada inteira se encontra no Netflix, confesso que eu assisti em apenas um dia, os 15 episódios de uma só vez (crianças, não façam isso! Kkkk), não consegui resistir e nem me controlar, ainda mais que os episódios estavam todos disponíveis e assim que a temporada acabou fiquei muito feliz que a segunda tinha episódios disponíveis e após o hiato do final do ano ela voltou semana passada a ser exibidos e eu já estou acompanhado.



Bom, essa é minha indicação de série do mês pra vocês espero que gostem! Comenta aqui o que acharam da resenha e se vocês assistiram ou vão assistir me falem a expectativa de vocês! Até a próxima resenha...

Harry Potter 5,6 e 7 - J.K. Rowling

Olá pokémons,

Hoje vim terminar essa maratona de resenhas dos livros da saga Harry Potter, que venho escrevendo desde janeiro.  Neste breve texto expressarei meus sentimentos em relação ao desfecho da obra de J.K. que subiu paro o 1° Lugar no meu ranking de sagas favoritas.

Em a Ordem da Fênix nos deparamos em Litte Whinging nos primeiros capítulos, onde Duda e Harry são atacados por Dementadores, fato que nos deixa intrigado pelo resto do livro! O que Dementadores estavam fazendo fora de Azkaban? Isso nem a senhora Figg sabe responder, mas ela também ficou desesperada.

Logo, Dementadores requerem patrono. Magia fora de Hogwarts com menos de 17 anos? Punição severa do ministério da magia. Os passos de Harry são cronometrados quando podem, e é claro que Fudge não ia perder a oportunidade de ter uma audiência com Harry no dia 28 de agosto.

Neste breve tempo antes do inicio das aulas de Hogwarts, conhecemos a então fiel Ordem da Fênix, passeamos pelo ministério da magia e seus departamentos, e, mas uma vez contemplamos a linda maestria de Dumbledore diante do júri e a cara de sapo de Dolores Joana Umbridge.

Obs: Fiz questão de decorar os números de acesso ao ministério da magia (62442)! Vai que...

Um dos fatos que me fez ter raiva de Harry por uns longos capítulos, foi sua inveja estampada de Rony e Hermione por serem eleitos monitores da Grifinória. Ele já é o menino que sobreviveu, quer mais o que?

Mas, se tem dois picos no quinto livro da saga, eles se chamam Dolores e Armada de Dumbledore. O livro se passa em torno deles, uma você odeia (Dolores claro) e a outra você ama de todo o coração. Nada mais, nada menos, que ideia de Hermione Granger para um grupo de Defesa Contra as Artes das Trevas. E o nome da Armada foi sugestão de Gina Weasley (a segunda rainha da saga), confesso que Grupo Ministério da Magia Só Tem Retardados também foi uma boa.

Neste livro também conhecemos a Oclumência (defesa mágica da mente contra penetração externa) e Leglimência (capacidade de extrair pensamentos e lembranças da memória de outras pessoas), o que de fato seria importante para Harry. Mas o sangue rebelde do garoto renega os estudos.




Após os poderes dados a Umbridge pelo ministério, choramos com a demissão de Sibila. Quer dizer... eu pelo menos chorei. Ela e Lupin erram meus professores favoritos. Mas tudo bem, Dumbledore ressurge como a fênix e coloca ordem na treta toda. Se eu já odiava Dolores pelo ocorrido com Sibila, imagina quando li as detenções de Harry!





Dumbledore meu rei, sai triunfalmente e com “estilo” de Hogwarts deixando o cargo da diretoria da escola de magia e bruxaria para Dolores. O que complica as coisas para a Armada de Dumbledore com a severa vigilância da nova diretora. Neste baile de disciplina e tédio, Jorge e Fred decidem largar Hogwarts (com estilo também) o que faz com que nossa animação ressurja.


A parte legal (quando digo legal, quer dizer que vai ter feitiço e batalhas para dar e vender) é sem dúvida nenhuma a ida dos 10% da Armada de Dumbledore ao ministério. Depois de uma pequena ilusão criada pelo maravilhoso Lord das Trevas na mente de Harry, o pequeno grupo invade o ministério atrás de Sirius e acabam por encontrar a grande explicação da obsessão de Voldemort pela família Potter. Profecias, profecias e profecias (me lembra Percy Jackson).

O Desfecho é choroso, intrigante, tem risada de Belatrix e mais uma épica batalha de Dumbledore. Agora é cada um por si, o Lord voltou e é oficial. Salvem-se os maus.

Em Harry Potter e o enigma do príncipe a coisa começa a esquentar! Tem ministro da magia novo, tem herança de falecido, tem professor novo para Defesa Contra as Artes das Trevas (surpreso?), tem o livro que todo aluno quer, tem muita coisa! J.K. joga bomba a cada 5 páginas.

As aulas de poções finalmente ganham algum destaque, e vemos que existem poções realmente maravilhosas. Poção da sorte? Por que diabos Rony nunca injetou isso na veia? Imagina que hilário. #ChapadoComFelixFelicis

Deixando meu lado “Fred e Jorge” de lado, vamos a fatos que todos precisamos prestar a atenção no sexto livro: As lembranças apresentadas a Harry por Dumbledore! Cada detalhe, cada nome, cada objeto, tudo é de suma importância para entender a grande mente de Riddle. Fora o grande conceito que envolve a criação de Horcrux’s (objeto em que a pessoa ocultou parte da própria alma).

Tirando os fatos realmente necessários de serem compreendidos, temos a então nomeação de Harry para capitão do time de quadribol, Luna narrando os jogos (nossa que coisa linda de se ler J.K. :3 ) , a briga de Monstro e Dobby, a morte de Ararogue e o felizardo beijo de Gina e Potter.

E por fim, o clímax da coisa toda. Porque penúltimo livro tem que ser O PENÚLTIMO LIVRO né! E com isso temos a linda marca negra em cima da torre de astronomia, a entrada de comensais, o então abatimento do meu rei e uma confusão daquelas que ninguém sabe quem traiu quem.

Ou seja, teve traição.

Depois de tantas aventuras, risadas, revoltas, e uma imensa batalha de sentimentos. Temos então em mãos o fim do mundo que de certo modo já é nosso. Hogwarts faz parte de nós. Faz parte de cada um que leu. Mesmo que alguém não tenha gostado da obra de J.K., pode ter certeza que você fez parte desse universo imenso que a história de Potter nos proporcionou.

Em As Relíquias da Morte não temos tempo pra jogar conversa fora. É clímax o livro inteiro kk. Sem conversa fiada, temos mortes pra dar e vender e lágrimas que já não cabiam em mim. Todas as respostas que procurávamos vêm com a busca das Horcrux.


Não creio que seja necessário falar de todos os lugares, batalhas, relíquias e horcrux. Porque como eu disse na minha primeira resenha sobre os livros da saga:

“Acho que o mundo de Harry Potter está aberto há muito tempo”

O que tenho a dizer sobre o ultimo livro envolve muito mais, do que apenas a extinção do Lord das trevas. Envolve sentimento. Envolve o que J.K. realmente quis passar para nós leitores: 


Amor.


Amor. Uma palavra tão pequena e de grande poder.

É por amor, que Rony e Hermione se encarregam de uma busca sem informações. É por amor que membros da Armada de Dumbledore resistem ao Lord das trevas. É por amor que amigos morrem para proteger a esperança do futuro. É por amor que Severo seja tão severo. É por amor que elfos se juntam a luta. É por amor de um pequeno grande homem que as criaturas mágicas ajudam na batalha. Foi por amor que J.K. escreveu a saga. E foi pela falta dele que tínhamos um vilão.

Rowling conseguiu mexer com todos os sentimentos dentro de mim. Eu não tenho mais palavras para explicar tal perfeição. Uma leitura tão fácil com um impacto enorme. Uma guerra entre o bem e o mal que contemplamos todos os dias. E uma pequena história do garotinho debaixo da escada...


J.K. nos deu uma meia de presente e até hoje estamos libertos.

O voo da Fênix - Janethe Fontes



Oi amorecos, o livro que trago hoje, trata-se de um romance e mais do que isso, uma história de vida e superação, que num primeiro momento imaginei se tratar de uma história tipo essas novelinhas com final previsível, mas, pelo contrário, que final surpreendente.
Deixo aqui também meu enorme prestígio pela autora Janethe Fontes que desde minha primeira leitura de um livro seu (Vítimas do Silêncio) me mostrou ser uma excelente autora e novamente quebrar esse papo idiota de que "o que é nacional não presta". E mais do que isso, elogiá-la ainda pelo conhecimento que sempre traz em seus livros - esse ela falou sobre o Câncer Colorretal, vale a pena conveferir.

A capa e o título do livro são espetaculares e totalmente condizentes com a história.

O livro é de uma editora que até então eu não conhecia - Giostri -  e traz a história de Luciana ou Luci para os mais chegados, uma personagem que de início parecia ser ingênua,e bobinha, mas com o passar do tempo se mostra totalmente o oposto, afinal a vida lhe obriga a ser como uma Fênix (Ave mitológica que tem o poder de ressurgir das próprias cinzas).

Filha do empresário de uma grande e milionária empresa, que após perder a mulher para o Câncer Colorretal (mãe de Luci), adoece e fica acamado, fazendo com que ela além de cuidar do pai, tenha de assumir os negócios da família e sua vida muda completamente a partir de então.
E para que consiga dar conta como nova presidente, conta com o auxílio de seu noivo Victor e um antigo amigo e funcionário da empresa Marcelo.

E como se esse turbilhão de situações não lhe bastasse, seu namorado Victor lhe pede em casamento, e tal pedido não para de martelar em sua cabeça, que mesmo recordando-se dos momentos ruins com ele, sente o amor latendo em seu coração cada vez mais.

"... Alguma coisa incomodava na personalidade de Victor... Talvez por isso não tivesse aceitado logo de cara ao pedido de casamento...".

Ainda assim resolve ouvir seu coração, e casar-se com ele.
Só que no decorrer da história, Marcelo, um exímio e confiável funcionário e amigo da família, vem se mostrando prestativo à Luciana, e por algum motivo ela não se sentia a vontade perto dele, talvez pela antipatia que criou, ou quem sabe um sentimento escondido.

Nesse ínterim, descobre-se acometida por Câncer, após passar mal e consultar um médico de confiança de seu marido. Não podendo contar de maneira alguma a seu pai sobre o ocorrido, pra que ele não fique ainda pior de saúde, continua a trabalhar, mas mesmo sem querer acaba deixando transparecer que não está bem, afinal, está emagrecendo dia a dia, e sentindo-se cada vez mais fraca.

"...não posso estar com câncer... Eu quero viver..."

Devido a estar cada vez mais debilitada, se afasta da presidência da empresa, que passa a ser administrada por Victor que a cada dia está mais distante dela, justificando-se com viagens e compromissos da empresa, além de estar sempre colado a sua secretária Sheila.
Quando então o pai de Luci morre e ela se vê mais fraca e sem forças pra continuar, vem uma descoberta chocante e ela terá de ser muito forte para enfrentar todos os desafios que terá pela frente.

Bom, sem mais, só tenho a dizer que vão amar a história ao lerem, tenho certeza. É um livro que não dá vontade de parar e quando acaba, dá aquela tristeza, de quero mais rs.

Deixo aqui o booktrailer pra que possam saber um pouquinho mais dessa fantástica história:




Por Lugares Incríveis – Jennifer Niven


Olá pessoal do Faces! Tudo certo com vocês?


Como eu disse esse ano está repleto de surpresas boas, é claro, eu pretendo fazer ainda mais resenhas para vocês, ou melhor, voltar a fazer resenhas de livros, pois eu vinha me dedicando junto com a Cláudia a fazer resenhas de filme e séries bacanas para vocês assistirem. Agora todo mês eu vou resenhar de um livro que eu tenha para vocês... Espero que vocês gostem do meu retorno!



Esse mês eu vou falar de "Por Lugares Incríveis", um livro lindo, emocionante e cativante. Descobri esse livro através de outros canais literários, tanto Blogs quanto nos vídeos do Youtube

A capa por si só é maravilhosa, simples, porém criativa que possuem elementos da história nela, e foi pensada em cada detalhe criando uma harmonia esplendida no livro; outro detalhe que me fez querer ainda mais esse livro. E logo no começo do livro eu já percebi que ele seria um dos meus favoritos, aquele que eu vou reservar um lugar especial na prateleira para ficar perto da história e dos personagens.



O livro é narrado por Theodore Finchum adolescente problemático, que encara a vida da forma dele, instável e que adora mudar de personalidade; sofre com problema psicológico, do qual sua família nem ao menos desconfia – e Violet Market uma jovem que recentemente sofreu a perda da irmã, tornando a distante com seus amigos e dos seus pais; agora ela só tem um objetivo, terminar o colégio e se mudar da terrível cidade da qual nunca deveria ter se mudado – ambos estudantes do mesmo colégio da pacata cidade de Bartleet, em Indiana; extremamente opostos, enquanto ela é cercada de amigos populares e ele é só conhecido como a “aberração” da escola, um pouco meio difícil deles se tornarem amigos, mas as circunstâncias da qual eles se conheceram não são tão causais assim...


Recomento a todos esse livro mesmo ele tratando de temas pesados como mortedepressão, que são temas muito presentes na nossa vida, quem nunca perdeu ninguém que próximo? Ainda há pessoas que sofrem por se achar diferente ou que não se encaixa em determinado estereótipo presentes no nosso dia a dia. Nesse livro vai muito além de uma história de adolescentes clichês, esse livro trata-se de olhar além do normal, reconhecer que o feio/diferente também é bonito para algumas pessoas e que nunca devemos nos esquecer que o realmente importa são as pequenas coisas que a vida nos proporciona.


Esse livro me cativou, me emocionou, me fez rir e muito mais, ele me fez mudar a forma que eu enxergava o mundo, as pessoas e até mesmo de como eu me enxergava... Uma frase que eu vou sempre levar é: 

Aprendi que existem coisas boas no mundo se você procurar por elas....

Bom pessoal, essa é a resenha do livro desse mês, espero que tenham gostado. Se você já leu ou vai ler comenta aqui e me fala o que achou da resenha e não esquece de curtir nossa pagina no Facebook e seguir nosso BlogAté a próxima resenha pessoal!


Qual Seu Número? - Karyn Bosnak



Oi amorecos, que calor é esse hein. E falando em calor, hoje trago uma resenha muito calorosa (aff que papinho idiota kkk).
Bom vamos tentar de novo.

E se você visse estampado em uma dessas revistas femininas a seguinte matéria, o que faria?!

"A média de homens para uma mulher
 é de 10,5"

Pois é, Delilah Darling, com quase 30 anos e solteira após ler essa manchete em uma revista feminina e ter sido demitida de seu emprego, decide tomar uma decisão em sua vida, afinal, a matéria ainda dizia que se uma mulher passou dessa média, seria quase impossível encontrar a pessoa certa para sua vida, e além disso, sua mãe a todo o momento lhe cobra que arrume um namorado, afinal, até sua irmã mais nova vai se casar.

"Meu nome é Delilah Darling. Tenho 29 anos. Sou solteira, e, bem... sou uma mulher fácil..."

Sua decisão é nada mais que ir atrás de seus "ex-namorados" para tentar reconquistá-los, essa busca trará muitas surpresas em sua vida, e antes mesmo de começar essa "caça" ela se depara com Daniel Wilkerson (um dos ex-namorados) na capela de um confessionário, após ter relatado todo seu desespero, e particularidades de sua vida íntima, pois é, ele era o padre (OMG).

"... Você é padre?... Sou!.. Faz muito tempo, Delilah. 
Da última vez que nos vimos estávamos... Transando..."

Essa busca se torna muito engraçada e contará com a ajuda de seu mais novo vizinho Colin (lindo, fofo, ás vezes tem um charme de sacana), que faz seu serviço de investigador a fim de ajudá-la a encontrar alguns desses "ex".

A cada um dos lugares que ela vai (alugou um carro pra viajar atrás desdes caras - LOUCA), tem uma surpresa diferente e engraçada.
Suas primeiras buscas de início lhe fazem criar uma certa expectativa, afinal um dos caras (2 - Rod - relacionamento baseado em sexo)  lhe coloca num hotel melhor, manda buscar a cachorrinha dela (uma yorke que ela comprou pra encontrar o primeiro cara) pra tosar e dar banho, deixa uma cesta de produtos de beleza pra ela e a leva pra jantar.
Mas também tem os que ela se arrepende de ter ido atrás: como o que é fascinado por senhoras com mais de 50 anos, o ex-presidiário, ou ainda, o que a fez entrar numa clínica de reabilitação como se fosse usuária de drogas (pois é ri muitoooo nessa parte).

A cada um dos caras ela começa a ficar preocupada afinal suas chances estão se acabando, mas como o destino ás vezes nos prega peças, ela descobrirá que o número é só um detalhe e que ás vezes podemos nos enganar com eles, e mais do que isso, que nem sempre o que parece é.

A história na verdade, trata-se de uma crítica às imposições da sociedade, àquelas que por vezes nos faz deixar a felicidade de lado sabe, pois é.
É uma típica comédia romântica e me lembrou bastante os livros da Maryan Keyes, Sophie Kinsella e outras autoras maravilhosas nesse gênero.
Adquiri esse livro da Novo Conceito por apenas R$ 9,90 numa banca de jornal na Avenida Paulista (SP) sem nenhuma esperança de ser um livro gostoso de ler, mas me surpreendi, recomendo a leitura, no mínimo umas boas risadas ele vai tirar de você e como a dedicatória da própria autora diz, lembre-se sempre:

"... Nosso passado nos transforma em quem somos hoje. Não se arrependa!".

Beijokas e até a próxima!!!

Fortaleza Digital – Dan Brown


Olá galerinha do Faces, tudo bem com vocês?

Hoje vou resenhar o primeiro livro de um autor que gosto muito. Além da escrita inteligente e da diversidade no assunto com relação aos livros publicados, Dan Brown consegue ser polêmico, divertido, imprevisível e dramático, fazendo o leitor ansiar por cada capítulo com o objetivo de desvendar o mistério junto ao personagem.


Fortaleza Digital (título original: Digital Fortress) foi publicado em 1998 nos Estados Unidos. A princípio não foi um best-seller (o autor estourou após a publicação de O código Da Vinci), porém, ficou na lista dos mais vendidos em 2004. Foi publicado no Brasil pela editora Arqueiro em 2008 e traduzido por Carlos Irineu da Costa.

Sou um pouco suspeita para falar desse livro devido ao tema central ser a tecnologia da informação, me identifiquei com muitos dos termos utilizados ao longo da história, pois vários deles ouvi durante o meu curso na faculdade. E sim. Eu cheguei até ele pelo mesmo motivo: a tecnologia. Hehe A capa me chamou muito a atenção pelos números binários enão me julguem, por isso me apaixonei por ele antes mesmo da fama, como costumo dizer. Rsrs
o olhar penetrante em destaque, e após a leitura da sinopse, fiquei ainda mais curiosa para ler. Nessa época eu ainda não conhecia o Dan Brown, muito menos sabia que ele era tão famoso

O livro contém 320 páginas e é uma leitura tão instigante, que li em menos de uma semana. A trama se passa em torno do universo secreto da NSA (agência nacional americana) de extrema importância e a mais poderosa organização de inteligência mundial. Tudo corre conforme o planejado, até que um ex-agente da própria NSA se revolta contra os Estados Unidos e envia um algoritmo criptografado com um código novo que nem o supercomputador TRANSLTR (até então invencível da NSA) consegue descodificar. Esse algoritmo foi nomeado Fortaleza Digital por seu desenvolvedor Tankado, e foi programado com o intuito de invadir e danificar esse computador de grande potência que consegue descodificar mensagens terroristas e evitar tragédias de nível mundial.
Diante do problema que pode comprometer a segurança de nações, a agência entra em contato com a criptógrafa Susan Fletcher, que conta com a ajuda de seu noivo David Becker para encontrar Tankado e evitar o fim do supercomputador.

A cada página uma surpresa, a cada surpresa um mistério, a cada mistério uma descoberta. Com muitas reviravoltas e o suspense a flor da pele, é impossível dormir sem ficar pensando em uma solução para o atual problema dos personagens. Senti como se estivesse na NSA lutando para salvar no anonimato um lugar tão importante para o equilíbrio entre o bem e o mal dei uma exagerada, mas é mais ou menos isso hehe. Vale muito a pena, o livro é realmente muito bom, e em minha opinião não deixou a desejar em nenhum momento, li do início ao fim com o mesmo interesse e me surpreendi bastante com o final sem spoiler Camila, controle-se

Espero que tenham gostado da resenha, quem ainda não leu: leia que tenho certeza que irá gostar. Para quem já leu, deixe nos comentários o que achou.

Beijinhos        

Parceria 2016 - Editora Angel





Boa noite amorecos, sabe estava meio desanimada porque todas as parcerias que inscrevi o blog não estão saindo para o Faces, até que tcharammm... A linda Editora Angel renova nossa parceria para esse ano (UFFA),



Pra quem não sabe, essa editora nasceu a partir da união de amigas, com intuito de proporcionar uma leitura de qualidade, atendendo o público em geral.
Olha que selo lindo ai do lado (OMG).

E pra iniciar essa parceria linda, que tal começar com os próximos lançamentos da editora (sei que estou concentrando os lançamentos na última sexta-feira do mês, mas já trouxe essas que são novidades fresquinhas pra vocês!!!








Golpe de Mestre - Pimentah Seymour

"Um golpe perfeito!" Pelo menos é o que pensam os amigos Maurício Costa e Henrique Barreto quando ficam sabendo da volta da empresária Arlete Castelline ao Brasil, rica, viúva e sozinha, uma vítima perfeita.
O plano parece ser perfeito de fato, mas será que de fato será? Será que ela conseguirá escapar desse Golpe Perfeito do destino?"








Atrás da Máscara - Cathy Coelho
Tudo o que Cassandra Clarke quer é seguir em frente sem que seu passado a assombre todos os dias.
Por isso ela precisa de vingança. Esse sentimento corrói todos os dias ao longo de oito anos longe de Hayden, homem este que arruinou seus sonhos e continua abalando seus pensamentos, mas talvez o destino tenha guardado para ela a chance de consertar seu passado, e escrever um novo futuro.





Além desses, tem mais esses aqui (que capas lindas não?!), volto quando souber mais a respeito deles:

Para onde ela foi - Gayle Forman




Oi amorecas, terminei de ler o maravilhoso livro da Gayle Forman - "Para onde ela foi", da Editora Novo Conceito, e sinceramente, de início achei mais parado que o primeiro, chegando a quase desaminar da leitura, mas conforme iam passando as páginas vi que ia ficar melhor, e vocês não acreditam, fiquei muito brava porque queria que continuasse de tão bom que o final foi.
Quanto a capa, com certeza preferi a outra "Se eu ficar", mas não muito diferente do que amigos, outras blogueiras e leitores, a história em si preferi essa, vou explicar o motivo já já.

Nesse livro quem conta a história é Adam, que agora está em uma carreira de sucesso com sua banda, cheio de vícios e vivendo bem longe de sua amada Mia, que, depois de ter decidido ficar, enfim está conseguindo mostrar seu talento na Juilliard (pra quem não leu a outra resenha, trata-se de uma escola de música que Mia sonhava entrar) mesmo que longe de seu verdadeiro amor.
Mesmo tentando viver sua vida normalmente sem Mia, Adam a todo o momento se depara com alguém falando sobre ela, dela, ou uma notícia.


"...Não sabia que você tinha estudado no mesmo colégio de Mia Hall... Conhece? A violoncelista? Ela está começando um rebuliço no mundo. Ou um alvoroço na música clássica...".

O que Adam não esperava é que em uma certa noite, em meio a tantos questionamentos, dúvidas e incertezas sobre sua vida, carreira e coração já que estava em um novo relacionamento com Bryn, iria reencontrar Mia, e mais do que isso passar uma noite inesquecível com ela, com direito a tudo que sempre sonhou.

"... aqui estou, sozinho com Mia Hall, algo que fantasiei por mais de três anos, 
e é tipo, e agora?..."

Imagino que você, deve estar pensando assim como eu: agora é só aproveitar, afinal são três anos esperando, pois é, não é bem assim, já que nesse momento ambos tem coisas para descobrir sobre o outro e sobre eles mesmos, e não é simplesmente que um está namorando, ou outro está magoado por situações da vida, há muito mais a ser descoberto e enfrentado, isso se de fato estiverem dispostos a ficar juntos novamente.

"...Estou falando de ter fotógrafos acampados na porta da minha casa...Logo o sol nascerá e um novo dia inevitavelmente vai começar. Um dia vou partir... sinto a contagem regressiva como uma bomba-relógio...e é como se fôssemos as únicas pessoas lá, os únicos que sabem o que está acontecendo...".

Bom acho que é isso, espero que leiam o livro e venham contar o que acharam.
Quanto a preferir esse livro ao primeiro da série, é tanto pelo fato de ser menos enrolação, quanto por Mia não ser mais aquela "bobinha" que parecia ser no primeiro livro, e também pelo agradecimento lindoooo que a autora fez, afinal, poucos são os que se lembram de nós (os bibliotecários rs).

"... obrigada a todos os livreiros, bibliotecários... e blogueiros. Por ajudarem os livros a decolar..".

E pra finalizar, quero deixar uma dica de música pra vocês que lembrei a todo o momento durante a leitura do livro, talvez pelo fato de amar esse grupo musical:


Tudo que se perde, tudo que se ganha - Clarissa Corrêa




Olá pokémons!

Primeiramente deixa-me deixar umas coisas claras aqui. Não sou gordo. Pelo contrário, sou extremamente magro. Devem estar se perguntando por que um homem (magro) leu esse livro para “gordinhas”?

Porque não acredito em estereótipos.
Porque odeio quando dizem que determinado livro é para determinado gênero.
Porque sou DoContra.

Minha história com esse livro é cômica. Não sabia do conteúdo, comprei juntamente pela capa. E quando fui ler a introdução, quase morri de rir. Tinha acabado de comprar um livro de crônicas para mulheres acima do peso.

E foi exatamente quando li a palavra “mulheres” que decidi ler o livro de capa a capa. Por que só para mulheres? Por que tem um publico especifico? Não existem homens acima do peso que passam pelo mesmo? Não existem homens que possam se identificar com as crônicas? Não existem homens que se magoam ao se olhar no espelho? Não existem homens que se afundam em comida quando bate a tristeza? Eu exijo que algum homem na face dessa terra escreva um livro sobre como é ser gordo! Eu já disse que odeio estereótipos? Pois é eu odeio. Pra mim é preconceito literário e pronto.

Fora o “público” definido eu adorei o livro!

Clarissa Corrêa é escritora, redatora publicitária e gordinha assumida. Após eliminar 40 indesejados quilos de seu corpo, Clarissa transmite em seu livro o dia-a-dia de uma mulher acima do peso. As loucuras assumidas. As dietas seguidas. As angústias constantes. O amor próprio.

“Sabe aquele dia em que nada cai bem? Vivo esse dia todos os dias”

Okay. Depois dessa frase não sei se conseguiria terminar o livro. Não queria chorar. Mas queria entender o universo de pessoas assim. Não sou gordo, nunca passei dos 65 kilos, não sei como é viver lutando para eliminar aquilo que comeu. Mas acima de tudo, não tenho preconceito. Porque é extremamente bom comer! Comer é maravilhoso! E se privar dessa maravilha deve ser muito dolorido. Não estou dizendo que são privados daquelas comidas suculentas para sempre. Você que faz dieta sabe o quero dizer. Não sou especialista no assunto “acima do peso”, mas sei o que é se odiar por NÃO GANHAR PESO.

Gordo. Magro. São coisas distintas, mas ao mesmo tempo totalmente ligadas. É uma guerra que todo mundo passa. É uma batalha contra o espelho todos os dias. Por que não engordo? Por que não tenho bunda? Por que nunca emagreço?  Por que meus dentes são assim? Por que meu cabelo é “ruim”? Por que tenho celulite? Por que não tenho peitos maiores? Por que tenho tanto peito? POR QUE PERGUNTAMOS O PORQUÊ DAS COISAS?

“As pessoas não tem a obrigação de vestir a perfeição, mesmo porque ela não existe e nunca vai existir”

Em Tudo que se perde, tudo que se ganha, Clarissa nos ensina a coisa mais importante de tudo: Se amar.

“Eu, de preto, arraso quarteirão, abalo Bangu, uhu”

Tem coisa melhor que a autoestima? Que se sentir feliz consigo mesmo? É o passo essencial para a felicidade. Se amar e se sentir bem consigo mesmo. Se ser acima do peso não te deixa feliz, corre atrás do prejuízo! Mas se você se sente feliz assim, danem-se os comentários! Ninguém paga suas contas. Agora não vamos entrar no quesito saúde se não isso aqui vai longe demais.

As crônicas não são extensas, no máximo cinco páginas. Você dá risada. Você para pra pensar na maldade humana. Você entende. Você se identifica. Você ama o livro.

Se ame. Se respeite. Respeite. Entenda. Não julgue. Não ria dos outros. Faz o que te faz bem. Não sofra por comentários. Não tente ser quem não é.
Se ame.
Se ame muito.

Se ame muito mesmo.

[Por Trás Da Poltrona] - A 5ª Onda


 Olá seguidores do Faces De Uma Capa! Eu sou Cláudia Ferreira e hoje eu vou falar um pouco sobre o filme distópico “A 5ª Onda”. Baseado no livro homônimo de Rick Yancey, dirigido por J. Blakeson e estreado nos cinemas de todo Brasil em janeiro de 2016.

 Como “Jogos Vorazes”, “Divergente” e “Maze Runner”, “A 5ª Onda” é um filme que contém muita ação e mistérios, protagonizado por um(a) adolescente forte que busca acima de tudo se manter vivo, salvar as pessoas que ama e libertar o planeta. Nesse caso a heroína da vez é nada mais que Chloë Grace Moretz (Se Eu Ficar, Kick-Ass). 

 Nesse novo filme, Cassie Sulivan (Grace Moretz) leva uma vida normal. Está prestes a terminar o ensino médio, mora com os pais e o irmão, é apaixonada por Ben (Nick Robinson), um garoto popular na escola e tem uma amiga engraçada e presente. Tudo isso muda quando uma nave alienígena pousa na Terra e decide ataca-la em quatro partes, denominadas ondas.



         A primeira onda é a escuridão. “Os Outros” cortam a energia, lançando o mundo no caos. A segunda é a destruição. Onde eles tomam a cidade, aniquilando tudo, com desastres naturais. A terceira é a contaminação. Tiram vidas com um vírus de contágio aéreo. A quarta onda é a invasão. “Os Outros” assumem o controle, exterminando os poucos sobreviventes. E agora, a quinta onda entra em ação. Eles são capazes de habitar um hospedeiro humano e controlar seus atos.

         Depois que Tom, irmão mais novo de Cassie, é levado sozinho para um abrigo militar, ela passa a correr contra o tempo para encontra-lo.

       
 Se escondendo dos alienígenas e com a ajuda de Evan Walker (Alex Roe). Um garoto misterioso que a encontra e promete ajudá-la a salvar o irmão.

     
 “A 5ª Onda” é uma história boa para se contar, mas no filme ela não é muito bem desenvolvida depois dos primeiros cinquenta minutos. A explicação de como os alienígenas invadiram a Terra, a gravidade das ondas e o que elas provocam nas pessoas é muito bem abordada no filme, mas algumas partes de ação e o nível de dificuldade em determinados pontos específicos, é fraco. O final também não é um dos mais surpreendentes. Senti falta de uma frase de efeito, ou de uma cena que me fizesse ansiar pelo segundo filme. Infelizmente isso não aconteceu. Mas, no geral, eu gostei sim. 


 Como muitos sabem, distopia, ficção científica, são os meus gêneros preferidos de filmes e livros. Os atores também são muito bons, apesar de novos. E só de saber que terá uma continuação, eu já fico muito feliz, porque eu ainda não li o livro, mas quem leu, disse que tem muita coisa para acontecer ainda!


Por isso se você já leu o livro me conta aqui nos comentários o que achou. E se assistiu ao filme também. Espero que tenha gostado da resenha. Até a próxima. Beijos de luz.