À sombra da vaidade:amor, magia e conflitos - André Costa, Ditado por Pai Cipriano do Cruzeiro das Almas

Olá amorecos tudo bem com vocês?!
Enfim, estou colocando as coisas em ordem e conseguindo colocar minhas leituras em dia (uhullll).
Resolvi ler um livro que estava parado na estante à algum tempo. 


À sombra da vaidade é um livro espíritaEditora Madras que traz uma belíssima lição de como agir perante aos percalços da vida.
da

"... mergulhará num enredo em que a magia é usada erroneamente para satisfazer os desejos mesquinhos de pessoas completamente equivocadas, especialmente no sentido do amor...."

O livro traz a história, posso até ousar em dizer que trata-se de um triângulo amoroso entre Lara uma mulher que devido às circunstâncias da vida se especializou em magia, Edgar que devido a sua posição social, como militar mantinha seus encontros com Lara às escondidas - coisa que na época era proibido.



"... Com ela, descobriu-se "feiticeiro". Para os valores de conceitos daquela sociedade, em hipótese alguma um comandante da realeza britânica poderia praticar atos de paganismo... Ele não poderia, em hipótese alguma, assumir o sentimento que nutria por aquela mulher... além de camponesa era um bruxa fadada e condenada à "marginalidade" naquela sociedade."

A outra parte envolvida nesse triângulo era Myrnah, uma senhora muito bem vista na sociedade que embora muito bem vista, também escondia seu lado "bruxa" e daquelas que não media esforços para usar de seu conhecimento para conseguir o que quisesse, independente do que tivesse que fazer.
Todos eram "regidos" se é que se pode dizer assim, por guias espirituais, os quais nenhum soube ouvir, e isso custou muita destruição e tristeza.

"...acompanho-te há muito tempo... Vi trilhares todos os caminhos, em todas as tuas vidas no plano material, orientei-te e te guiei. É certo que nem sempre me ouviste, mas cá estou para mais uma tentativa...."

É um livro muito esclarecedor, que traz muitos ensinamentos para aqueles que querem conhecer um pouquinho mais sobre o espiritismo, e tem um triângulo amoroso pra lá de diferente e sem clichê algum.

Embora eu tenha quase "comido" o livro, e tenha até gostado bastante, acho que já tiveram leituras nesse gênero muito mais intensas.
Das lições que o livro traz, algumas me chamaram muito a atenção, vou deixar aqui pra vocês refletirem:

"....não cedam ao negativismo humano... isso dificulta o trabalho dos que querem nosso bem...";

Ouça sua consciência, não deixe o externo dispersar o que vem do seu íntimo;

"... Não se trata de pertencer a uma religião, seja ela qual for, trata-se de postura consciencial que valorize os princípios da humildade, honestidade, do respeito ao sagrado e à vida..."

4 comentários :

  1. Eu até gosto de enredos com espiritismo, embora essa história não tenha chamado muito a minha atenção. Mas o que me fez mesmo desistir da leitura foi esse triângulo, por mais que você tenha dito que ele é diferente ainda é um triângulo e não gosto nem um pouco do recurso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ju, recomendo a leitura afinal, é um livro muito bom.
      Obrigada pela visita!
      Beijokas!!!

      Excluir
  2. Olá! Acho que vou concordar com vc com relação à intensidade do livro, tanto que não me atraiu. Eu sei que livros espíritas sempre trazem mensagens de vida pra gente, mas dessa vez acho que vou passar a leitura.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie amore, uma pena passar a leitura, vai gostar se ler.
      Obrigada pela visita!
      Beijokas!

      Excluir

Deixe seu comentário