Meu doce azar - Beatriz Cortes

Olá amorecos, todos bem?!

A resenha de hoje é bem especial, porque acompanhei capítulo a capítulo no Wattpad (aqui) ansiosamente e, mais do que isso, fui conversando com a autora no decorrer e falando do que eu estava ou não gostando, essa é uma das vantagens do Wattpad, tanto para o leitor como para o autor que recebe vários comentários antes de publicar o livro de fato.
O livro Meu doce azar da Beatriz Cortes é uma comédia romântica bem envolvente e cheia de surpresas até mesmo em seu último capítulo que me deixou muitooo, mas muito curiosa pra saber se haveria uma continuação do livro, e para a minha alegria e dos demais leitores, sim terá outro livro, já adianto que a continuação se intitula "Minha amarga sorte" \o/.

O livro conta a história de Alice, 25 anos, acostumada a dar o famoso "jeitinho brasileiro" em tudo que faz, ela acabou de dar um basta num relacionamento com Bernardo (que não parava de te ligar) que há algum tempo já vinham tendo muitas brigas e mais brigas, seja pelo fato de ele não querer casar cedo, ou por tê-la traído com Lilia (secretária do chefe dele). Tudo que ela queria era ficar em casa assistindo filmes e na famosa “fossa”, mas, sua amiga Laura não deixava-a.
Até que ela resolve voltar pra São Paulo e é surpreendida por sua mãe Suzane, seu pai Pedro e seu irmão gêmeo Henri com presentes pra lá de especiais, como uma forma de mostrar pra ela que ela ainda irá encontrar um novo amor. Só que o que ela não esperava é que Bernardo seu ex-namorado, lhe procuraria a fim de pedir perdão e tentar se explicar, mesmo diante a tanta safadeza.

Quando ela volta ao trabalho é surpreendida com seu chefe lhe apresentando um novo “funcionário”, Rafael, filho do chefe.

“...Gostaria de te apresentar uma pessoa... Rafael...  meu filho...”

O que ela não esperava é que esse tal ruivo de olhos azuis, advogado e filho de seu chefe iria causar coisas estranhas em ti, estranhas até demais.
E como se não bastasse esse monte de coisas novas, sensações estranhas e tals, surge seu primo que antes era “cheio de espinhas, esquisito e desengonçado...” que começa a dar em cima dela de maneira quase impossível de resistir, afinal de contas Edu agora estava gato e irresistível.

Até que recebe a notícia de que terá de viajar ao lado do Rafael, a trabalho, no entanto, muitas coisas irão acontecer nessa tal viagem, desde ser tirada para dançar, até passar vexame diante a pensamentos confusos.

“... me beijou de uma forma tão surpreendente que quase perdi os sentidos... 
ALICE! O que houve?... Já chegamos ao hotel...”

E pra que a história ficasse mais intensa ainda a autora resolveu colocar mais um personagem na história, Diego (primeiro ficante da Alice), até ai tudo bem, mas quando a cena é almoçar, com primeiro ficante (que virou um gato) e chefe gato junto, a coisa começa a ficar intensa demais, ainda mais quando Diego resolve começar a falar a respeito do beijo de Alice.

“A vida me fez dar adeus a Bernardo e, para compensar, me colocou em uma sinuca de homens gatos e escolhas difíceis...”

Quando pensou não haver mais o que acontecer pra te surpreender, Rafael (o advogato) chama ela pra conversar e faz uma declaração... aliás, um pedido pra lá de ... ai nem sei como intitular esse pedido, de tão.... Tão... tão... inusitado, fazendo-a achar que estava sendo pregada uma peça nela ou algo do tipo.

“... Alice, me desculpe falar desse jeito, mas não, não é brincadeira... DE TODO O CORAÇÃO, JÁ ESPEREI PASSAR POR MUITA COISA NESSA VIDA, AGORA ISSO?... Alice, me desculpe se de alguma forma te ofendi com o acordo que sugeri...Considero o poder da escolha tão atormentador quanto libertador...”.

A partir daí, Alice precisou começar a alimentar uma mentira para seus familiares e amigos pela qual, não sabia se daria ou não certo.

“... Então quer dizer que você está namorando o advoGato? ... Que história louca essa sua... Laura sempre fazia tudo pra me tranquilizar mesmo em meio as loucuras que insistiam em acontecer em minha vida. ”

Até que resolve realizar sua viagem para Cancun, acompanhada nada mais, nada menos do que com Rafael e nessa viagem muitas coisas serão reveladas, até mesmo as que nem eles desconfiavam. E ao retornar de viagem, terão muito mais revelações do que esperam, e serão colocados a prova do tal Doce Azar.

Recomendo a leitura e reafirmo que é um livro engraçado, emocionante e muito envolvente, com personagens pra lá de determinados. 

Ah!!! Já iria me esquecer, a trilha sonora da história de Alice e Rafael é muito especial com Ed Sheran, cantor qual a autora tirou as características que compõem o personagem principal da história Rafael acredito eu.

Deixo aqui uma música que marcou a história desses dois lindos e do próprio livro:

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu comentário