Harry Potter 5,6 e 7 - J.K. Rowling

Olá pokémons,

Hoje vim terminar essa maratona de resenhas dos livros da saga Harry Potter, que venho escrevendo desde janeiro.  Neste breve texto expressarei meus sentimentos em relação ao desfecho da obra de J.K. que subiu paro o 1° Lugar no meu ranking de sagas favoritas.

Em a Ordem da Fênix nos deparamos em Litte Whinging nos primeiros capítulos, onde Duda e Harry são atacados por Dementadores, fato que nos deixa intrigado pelo resto do livro! O que Dementadores estavam fazendo fora de Azkaban? Isso nem a senhora Figg sabe responder, mas ela também ficou desesperada.

Logo, Dementadores requerem patrono. Magia fora de Hogwarts com menos de 17 anos? Punição severa do ministério da magia. Os passos de Harry são cronometrados quando podem, e é claro que Fudge não ia perder a oportunidade de ter uma audiência com Harry no dia 28 de agosto.

Neste breve tempo antes do inicio das aulas de Hogwarts, conhecemos a então fiel Ordem da Fênix, passeamos pelo ministério da magia e seus departamentos, e, mas uma vez contemplamos a linda maestria de Dumbledore diante do júri e a cara de sapo de Dolores Joana Umbridge.

Obs: Fiz questão de decorar os números de acesso ao ministério da magia (62442)! Vai que...

Um dos fatos que me fez ter raiva de Harry por uns longos capítulos, foi sua inveja estampada de Rony e Hermione por serem eleitos monitores da Grifinória. Ele já é o menino que sobreviveu, quer mais o que?

Mas, se tem dois picos no quinto livro da saga, eles se chamam Dolores e Armada de Dumbledore. O livro se passa em torno deles, uma você odeia (Dolores claro) e a outra você ama de todo o coração. Nada mais, nada menos, que ideia de Hermione Granger para um grupo de Defesa Contra as Artes das Trevas. E o nome da Armada foi sugestão de Gina Weasley (a segunda rainha da saga), confesso que Grupo Ministério da Magia Só Tem Retardados também foi uma boa.

Neste livro também conhecemos a Oclumência (defesa mágica da mente contra penetração externa) e Leglimência (capacidade de extrair pensamentos e lembranças da memória de outras pessoas), o que de fato seria importante para Harry. Mas o sangue rebelde do garoto renega os estudos.




Após os poderes dados a Umbridge pelo ministério, choramos com a demissão de Sibila. Quer dizer... eu pelo menos chorei. Ela e Lupin erram meus professores favoritos. Mas tudo bem, Dumbledore ressurge como a fênix e coloca ordem na treta toda. Se eu já odiava Dolores pelo ocorrido com Sibila, imagina quando li as detenções de Harry!





Dumbledore meu rei, sai triunfalmente e com “estilo” de Hogwarts deixando o cargo da diretoria da escola de magia e bruxaria para Dolores. O que complica as coisas para a Armada de Dumbledore com a severa vigilância da nova diretora. Neste baile de disciplina e tédio, Jorge e Fred decidem largar Hogwarts (com estilo também) o que faz com que nossa animação ressurja.


A parte legal (quando digo legal, quer dizer que vai ter feitiço e batalhas para dar e vender) é sem dúvida nenhuma a ida dos 10% da Armada de Dumbledore ao ministério. Depois de uma pequena ilusão criada pelo maravilhoso Lord das Trevas na mente de Harry, o pequeno grupo invade o ministério atrás de Sirius e acabam por encontrar a grande explicação da obsessão de Voldemort pela família Potter. Profecias, profecias e profecias (me lembra Percy Jackson).

O Desfecho é choroso, intrigante, tem risada de Belatrix e mais uma épica batalha de Dumbledore. Agora é cada um por si, o Lord voltou e é oficial. Salvem-se os maus.

Em Harry Potter e o enigma do príncipe a coisa começa a esquentar! Tem ministro da magia novo, tem herança de falecido, tem professor novo para Defesa Contra as Artes das Trevas (surpreso?), tem o livro que todo aluno quer, tem muita coisa! J.K. joga bomba a cada 5 páginas.

As aulas de poções finalmente ganham algum destaque, e vemos que existem poções realmente maravilhosas. Poção da sorte? Por que diabos Rony nunca injetou isso na veia? Imagina que hilário. #ChapadoComFelixFelicis

Deixando meu lado “Fred e Jorge” de lado, vamos a fatos que todos precisamos prestar a atenção no sexto livro: As lembranças apresentadas a Harry por Dumbledore! Cada detalhe, cada nome, cada objeto, tudo é de suma importância para entender a grande mente de Riddle. Fora o grande conceito que envolve a criação de Horcrux’s (objeto em que a pessoa ocultou parte da própria alma).

Tirando os fatos realmente necessários de serem compreendidos, temos a então nomeação de Harry para capitão do time de quadribol, Luna narrando os jogos (nossa que coisa linda de se ler J.K. :3 ) , a briga de Monstro e Dobby, a morte de Ararogue e o felizardo beijo de Gina e Potter.

E por fim, o clímax da coisa toda. Porque penúltimo livro tem que ser O PENÚLTIMO LIVRO né! E com isso temos a linda marca negra em cima da torre de astronomia, a entrada de comensais, o então abatimento do meu rei e uma confusão daquelas que ninguém sabe quem traiu quem.

Ou seja, teve traição.

Depois de tantas aventuras, risadas, revoltas, e uma imensa batalha de sentimentos. Temos então em mãos o fim do mundo que de certo modo já é nosso. Hogwarts faz parte de nós. Faz parte de cada um que leu. Mesmo que alguém não tenha gostado da obra de J.K., pode ter certeza que você fez parte desse universo imenso que a história de Potter nos proporcionou.

Em As Relíquias da Morte não temos tempo pra jogar conversa fora. É clímax o livro inteiro kk. Sem conversa fiada, temos mortes pra dar e vender e lágrimas que já não cabiam em mim. Todas as respostas que procurávamos vêm com a busca das Horcrux.


Não creio que seja necessário falar de todos os lugares, batalhas, relíquias e horcrux. Porque como eu disse na minha primeira resenha sobre os livros da saga:

“Acho que o mundo de Harry Potter está aberto há muito tempo”

O que tenho a dizer sobre o ultimo livro envolve muito mais, do que apenas a extinção do Lord das trevas. Envolve sentimento. Envolve o que J.K. realmente quis passar para nós leitores: 


Amor.


Amor. Uma palavra tão pequena e de grande poder.

É por amor, que Rony e Hermione se encarregam de uma busca sem informações. É por amor que membros da Armada de Dumbledore resistem ao Lord das trevas. É por amor que amigos morrem para proteger a esperança do futuro. É por amor que Severo seja tão severo. É por amor que elfos se juntam a luta. É por amor de um pequeno grande homem que as criaturas mágicas ajudam na batalha. Foi por amor que J.K. escreveu a saga. E foi pela falta dele que tínhamos um vilão.

Rowling conseguiu mexer com todos os sentimentos dentro de mim. Eu não tenho mais palavras para explicar tal perfeição. Uma leitura tão fácil com um impacto enorme. Uma guerra entre o bem e o mal que contemplamos todos os dias. E uma pequena história do garotinho debaixo da escada...


J.K. nos deu uma meia de presente e até hoje estamos libertos.

8 comentários :

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Primeiramente, eu quero esse Box dos livros! Essas capas são incríveis

    Segundo, que resenha foi essa?! Chegou a me arrepiar... Mais uma vez estive em Hogwarts, fiz parte da Armada de Dumbledore; achei o livro de poções do Príncipe Mestiço e duelei contra Lord Voldemort... É isso que suas resenhas trazem pra mim, um "tour" pela história, me acolhendo e cativando.

    Nunca pare de escrever, você nasceu para isso! Sério.

    Nem preciso falar que adorei a sua resenha, ficou impecável! Quando crescer quero escrever assim kkk

    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um privilégio ler seu comentário e só posso dizer que a escrita e a leitura nunca vão sair de mim. Assim como as amizades e as pessoas de bons coração que levarei na minha jornada (tu está nessa categoria). E o que dizer sobre a saga Harry Potter? não tenho palavras. Gastei tudo em choro.

      Obrigado pelo comentário <3

      Excluir
    2. Digo o mesmo de você, levarei nossa amizade pra vida toda!

      Eu gastei todas minhas lagrimas no ultimo livro quando a Edwiges e o Dobby se foram </3

      De nada ^^

      Excluir
  3. Lucas ❤ não nego que amo suas resenhas e você já deve está cansado de saber que só li o primeiro livro de HP. Os outros são grandes demais pra minha mente e fico pensando como você já está no penúltimo livro. OMG. Merece um abraço.
    Admirável o jeito que você conseguiu captar todos as coisas, acontecimentos, sentimentos de uma forma detalhada nesse livro enorme ❤ que um dia eu consiga fazer isso.

    Muito amor,Blog Cupcakeland

    ResponderExcluir
  4. Oi Kah *-*

    Olha moçinha, tu trata de ler a saga toda! é de fácil compreensão e você viaja tanto na história de Harry que nem vê as paginas acabando. É uma saga ótima e obrigado por comentar mais uma vez :3

    ResponderExcluir
  5. Olá Lucas!

    Amei sua resenha!!! Fiquei com muita vontade de ler todos os livros outra vez!
    Harry Potter realmente é muito amor! =)

    Bjus

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário