[Por trás da Poltrona] - Nocaute


Olá seguidores do Faces de Uma Capa! Eu sou Cláudia Ferreira e hoje eu vou falar um pouco sobre o filme de luta e superação “Nocaute”. Dirigido por Antoine Fuqua, estrelado por Jake Gyllenhaal e estreado nos cinemas de todo Brasil em julho de 2015.

Billy Hope (Jake Gyllenhaal) é um boxeador famoso, conhecido por sua forma lenta de lutar nos ringues, após vários rounds apanhando. Invicto e com uma personalidade forte, Billy é casado com seu primeiro amor, Maureen Hope (Rachel McAdams), que além de esposa e amiga, é uma das empresarias de Billy. Ela é quem decide quando será a próxima luta e se Billy assinará algum contrato. Enfim, seu verdadeiro braço direito.



Após uma luta exaustiva, com exatos onze rounds, Maureen pede para Billy dar um tempo dos ringues e se dedicar mais a família. Billy concorda, apesar de Miguel Escobar (Miguel Gomez) lhe provocar e pedir por uma luta.
Em um encontro beneficente para arrecadação de fundos para o orfanato que Billy passou grande parte de sua vida, Miguel volta a provocá-lo, Billy cai na provocação e... Coloca tudo a perder.
Transtornado e sem saber o que fazer, Billy decide voltar a lutar e perde. Falido e dependente da bebida, Leila Hope (Oona Laurence), sua única filha, é levada pelo conselho tutelar e é aí que ele percebe que para reconquistar pelo menos metade de tudo aquilo que ele perdeu, será necessário voltar a lutar, e não somente no ringue, mas na vida.



Juntando o útil ao agradável, Billy começa a trabalhar em uma academia e passa a treinar com o dono e ex-boxeador Titus Wills (Forest Whitaker), para a tão esperada luta com Miguel Escobar.



Nesse meio tempo, Billy também luta pela guarda e confiança da filha e sua dignidade para recomeçar e encontrar dentro de si a força necessária para ser um campeão.
“Nocaute” é um filme lindo! Lindo porque tem o Jake sem camisa várias vezes, todo machucado e transtornado, querendo lutar, querendo vencer... Um ótimo ator em um excelente filme (um dos meus preferidos de 2015). A Rachel também, com uma participação pequena, mas essencial para o desenrolar da trama, e a pequena Oona que deu um show de interpretação (quase uma adulta)! Temos também astros da música nesse filme, como o 50 Cent e a Rita Ora, que aparece por três segundos, mas causa!



Um filme para todos, que te faz repensar sobre o verdadeiro significado de família e superação. 
Assiste (tem no Netflix até o presente momento) e me conta aqui nos comentários o que achou (do filme e da resenha)! Beijos de luz. Até a próxima. Cláudia F.

9 comentários :

  1. Sua resenha despertou minha curiosidade para assistir eu conhecia o filme mas até então nem tinha dado atenção RSrs
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luiza obrigada pela visita!
      Realmente, torno a dizer que as resenhas de filme da Claudinha são o máximo, até eu que não curto muito filme acabo sentindo vontade de assistir.

      Ahhh e Parabéns Claudinha e muito obrigada por fazer parte do meu blog ^.^ meu cantinho preferido!

      Excluir
    2. Eu que agradeço sempre, Grazi! :*

      Excluir
  2. Que bom que despertei sua curiosidade! Tenho certeza que você irá gostar bastante! Bjs e continue acompanhando. :*

    ResponderExcluir
  3. Já adicionei na minha lista de favoritos no Netflix ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom! Depois me conta o que achou ^^

      Excluir
  4. Eu tenho passado todos os dias por este filme no Netflix e não selecionei porque me parecia um filme bobo sabe, daqueles de luta sem fim, mas agora vendo sua resenha é que me liguei quem é o ator!!!!!!!!!!! Gente, não imaginava ele fazendo um papel assim. Já vou adicionar o filme na minha lista para poder assistir. Para ver como é diferente quando a gente lê uma resenha da impressão que temos quando vemos só por cima!

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário