Guia politicamente incorreto da história do Brasil - Leandro Narloch



"É hora de jogar tomates na historiografia politicamente correta.
Este guia reúne histórias que vão diretamente contra ela.
Só erros das vítimas e dos heróis da bondade, só virtudes dos considerados vilões."


E se grande parte do que você aprendeu na escola não fosse exatamente como contaram? E se os Portugueses não fossem tão vilões assim? E se alguns dos negros refugiados da escravidão tivessem escravos? E se os autores de maior influência na literatura brasileira não fossem tão influentes como parecem?

Esses são alguns dos diversos questionamentos que você encontra no livro de Leandro Narloch, onde ele consegue transformar um assunto polêmico em uma série de “Por que´s?”.


Leandro Narloch é Curitibano, ex-jornalista da revista Veja e editor das revistas “Aventuras da história” e “Superinteressante”, seu livro é considerado um best-seller e se mantém em primeiro lugar, na categoria "não-ficção", das listas dos mais vendidos da Publishnews e da revista Veja.
Sempre gostei de história, mas achava algumas explicações limitadas, e quando criança não tinha o costume de pesquisar sobre determinado assunto fora do ambiente escolar, por isso quando me deparei com este livro, vi uma oportunidade de entender de verdade como tudo aconteceu. A narrativa é de fácil compreensão e em cada conclusão possui uma referência à obra da qual o trecho foi retirado, o autor contesta ao longo do livro fatos históricos e mostra que devemos interpretar determinados assuntos com diferentes olhos.

 Vale a pena conferir, se não para saber de fato a verdade, então para conhecer esse outro lado da história do Brasil. É importante lembrar que existem elogios e críticas sobre o livro, mas que antes de levar em consideração qualquer uma delas, é importante que cada um leia e tire suas próprias conclusões, tanto em debates como em pesquisas sobre os assuntos tratados, fazendo nosso papel crítico embasado no que de fato lemos e não apenas no que lemos sobre.

Espero que tenham gostado, e caso estejam lendo e queiram falar sobre o livro para trocarmos opiniões, fiquem à vontade. =D

6 comentários :

  1. Oi Camila,

    Amei seu post, principalmente quando exalta a necessidade de cada um ler se quer mesmo falar sobre. Acho super importante divulgar essa forma de expressão, não é atacar quem não leu, mas aceitar opiniões que não sejam "Ctrl+C, Ctrl+V".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lucas de fato pela resenha da Camila parece se tratar de um livro, que além de questionador, vai contra os "princípios" da sociedade, e mais ainda, contra tudo aquilo que aprendemos e por vezes nos questionamos se de fato aconteceu daquela maneira!

      Excluir
    2. Olá Lucas, tudo bem? =D
      Obrigada pelo comentário, fico muito feliz por saber que gostou.
      Exatamente. O objetivo é apenas incentivar que tenhamos mais propriedade na hora de opinar, pois muita gente infelizmente acaba julgando de forma errada, com base em informações de outras pessoas.

      Excluir
  2. Parabéns amiga! Adorei sua resenha de estréia! Sucesso!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns amiga! Adorei sua resenha de estréia! Sucesso!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário