Cicatrizes - Eva Zooks


E hoje trago a resenha de um livro, que desde que vi fiquei super curiosa pra ler, não só pela capa fantástica que me chamou atenção desde o início (pausa pra elogiar o meu amigo Douglas Belíssimo pela belíssima capa, arte e diagramação que está impecável) mas também por se tratar de literatura hot, que confesso ter uma queda pra esse gênero. 

Ganhei esse livro da parceira Eva Zooks, num desafio que ela fez no face e eu acertei (Iupiiii). Não tinha lido nada da editora em questão (Ler Editorial), mas para uma primeira impressão até que gostei e muito.
De início pensei que esse também seria um espelho do "Cinquenta Tons de Cinza" mas com o decorrer da história vi que era bem diferente, e cheio de particularidades só dele. E a autora Eva Zooks caprichou em cada detalhe da história.
Cassie, uma mulher cheia de segredos, dúvidas, medos e inseguranças chega ao ponto de se demonstrar fria com todos que tentam se aproximar dela, como uma maneira de se auto defender. No entanto anseia por um alguém que toque no íntimo de seu coração e a ajude a superar esse seu "medo" e a dor que sente.
Dona de sentimentos totalmente confusos, conta com seus amigos de trabalho Adam e Lila para enfrentar as dificuldades e dores que insistem em lhe perturbar, mesmo que use de outras artimanhas para tentar esquecer a dor.

"... Quando você deixará alguém realmente chegar perto de você? ... 
e se entregará para viver um amor verdadeiro?... ".

Até que Cassie é colocada em um grupo do Whatsap (sério amei isso... a história parece ainda mais real)  e começa a conhecer Hawke (O Corvo), que virará sua vida de ponta cabeça, mesmo contra suas próprias vontades.

"... Não sei ao certo o que dizer, Lila, mas o homem mexeu comigo.
Quando olhei pra ele foi como se todos os meus segredos mais bem guardados estivessem sendo revelados...".

O que ela não imaginava é que de fato Hawke seria o responsável por quebrar qualquer barreira que ela tenha criado, até mesmo as mais obscuras, que seu corpo não hesitava em esconder.

"... o som daquela voz invadiu-a, cada músculo de seu corpo respondeu a ela... 
agora, você me tem a seus pés... 
Eu disse que se você resolvesse vir até mim hoje eu a faria minha... ".

E todas as circunstâncias a colocavam a pensar se de fato estava certa quanto ao que estava sentindo e fazendo. Afinal, não é nada fácil colocar sua vida nas mãos de outra pessoa, ainda mais quando se trata de um dominador sexual praticante de BDSM (Bondage, Disciplina, Submissão, Sadismo, Sadomasoquismo e Masoquismo). A partir de então sua vida começa a revirar de cabeça pra baixo, colocando-a a se questionar a todo momento do que quer ou não, sentindo-se pressionada de todos os lados, até mesmo por seus amigos.

"... não estou sabendo lidar com todo esse sentimento, e com as particularidades dessa relação... Que você goste de apanhar, que você goste de sexo selvagem, que você goste de ficar roxa...
o problema é seu... mas é problema meu quando começa a te destruir...".

Se surpreenderá, quando ver que a dor do "Cicatrizes" não refere-se a dor proporcionada pelo prazer, e sim por outro motivo, que doeu em mim quando li, tanto que tive de parar por um tempo a leitura pra respirar e digerir o sofrimento de Cassie.
E pra finalizar, essa é uma leitura que com certeza recomendo, mas aos amantes de literatura hot não esperem muitos detalhes. 
Recadinho a autora: esperando o segundo volume... por favor. E novamente parabéns ao Douglas Belíssimo.
Fotos tiradas do livro

28 comentários :

  1. Oie,



    Acredita que meu primeiro comentário não foi por causa da internetê habahaha.

    O gênero não é um dos meus favoritos, eu prefiro os New Adults. Percebo que esse livro é um prato cheio para quem é fã desse gênero. O que eu gostei no livro foi de saber um pouco mais sobre os personagens que na maioria das vezes são sem vida e sem graça ahahha. Mas a Cassie parece ser diferente, ela parece carregar uma longa história e que só pode ser descoberta lendo o livro né?

    Bjs
    Mayla

    http://lendocomamay.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mayla de fato a Cassie passou por muitas coisas em sua vida, vale a pena ler. Obrigada pelo comentário.

      Excluir
  2. Nossa! Cinquenta tons de cinza foi uma trilogia que amei muito! Quando vc falou sobre as particularidades e a questão sobre o motivo de cicatrizes saltei os olhos pra procurar mais sobre esse livro! To curiosa, curiosíssima! Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gisele, é muito bom, recomendo. E melhor é literatura nacional ^.^

      Excluir
  3. Nunca li livros Hot, na verdade sempre tive receio. Mas depois dessa resenha, a coragem que me faltava apareceu!!! Acho que nós leitores devemos abrir nossos horizontes para todo tipo de literatura, pelo menos uma vez. Eu (tentei não consegui) ler Terror, porque sofro demais e tenho um leve TOC por sinais com as mãos. A resenha tirou o peso dos livros hot que pregam por ai, toda leitura é fantástica se cativa alguém.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, um conhecedor comentando por aqui... obrigada!
      Fico feliz que a resenha tenha despertado isso em você!!!

      Excluir
  4. Olá, tudo bem?
    Apesar do livro não ser muito o meu estilo sua resenha conseguiu me deixar interessada e mais do que isso, curiosa com toda a dor presente no livro, enfim, ótima resenha!
    Estou seguindo e adorando o blog.
    Beijos.
    Tenho um blog que fala sobre filmes, series e livros. Se puder dar uma conferida ficarei muito grata: http://cineleva.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Wilma, obrigada pela mensagem, espero que goste do livro tanto quanto gostou de minha resenha. Eu recomendo!

      Excluir
  5. OIiie,

    Devo confessar que antigamente tinha um certo preconceito com o gênero hot, mas quando li o 50 Tons, simplesmente amei. Gente que tipo *UAL*, super mega interessei por ele, ainda mais por vê que a Cassie poderá se abrir ao amor novamente mais de uma forma meio inusitada rs Quando vi que teria algo sobre o BDSM me interessei mais ainda, ultimamente estou estudando o que leva uma pessoa a ter esse estilo de vida. Adorei a sua resenha, e espero logo poder ler esse livro.

    Bjs

    ♡ Amantes da Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estefânia, espero que goste do livro. E quando estiver concluído sua pesquisa, nos conte o que descobriu ^.^

      Excluir
  6. Oie!

    Livros hots não são muito a minha praia, tem alguns que preocupam tanto em narrar o sexo nos mínimos detalhes que esquecem completamente o resto da estória. Pela sua resenha, não parece ser o caso desse, mas ainda assim teria de pensar duas vezes antes de ler. Achei interessante o toque do whatsapp, porque realmente trás mais a estória para as nossas vidas, ao nosso cotidiano.
    Adorei a sua resenha, mesmo não gostando do gênero.

    bjs.

    http://ciadoleitor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Patrícia, tenho certeza de que se você ler vai adorar, porque a autora se preocupou em ir além do sexo, e isso a meu ver torna a história ainda melhor!!!

      Excluir
  7. Livros assim não me interessam mas confesso que adoooorei a ideia do grupo no Whatsapp. Vemos muito pouco isso, torna ainda mais real a história. Gostei das citações do livro, aparenta ser uma leitura e escrita incrível. Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Julia de fato é uma excelente leitura.

      Excluir
  8. Hey, Grazi!!!

    Nossa, primeiro um muito obrigada. Ganhei esse livro em um sorteio em algum blog que não me recordo o nome agora. E fiquei com muito medo, pois achei que era um espelho de "Cinquenta tons de Cinza". Mas pela sua resenha vi que não e por isso será minha próxima leitura.
    Gosto do gênero hot, mas alguns não me chamam tanta atenção. Ainda mais os apelativos. Pela sua resenha deu para perceber que isso não se encaixa em "Cicatrizes". Adorei saber que tudo começa pelo Whatssap, acho tão empolgante quando um autor coloca a modernidade em suas obras, deixam mais reais e palpáveis. ( Claro minha opinião).
    Fiquei extremamente curiosa, a respeito da dor de Cassie. Fiquei a pensar se é algo do passado, amores antigos, sei lá rssss...

    Adorei a resenha e o blog!!!

    bjs e sucesso
    http://thehouseofstorie.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bella, também me encanta demais coisas modernas nos livros. E tenho certeza de que vai se apaixonar pela história de Cassie.

      Excluir
  9. Olá, eu já tinha visto esse livro antes mas não tinha me interessado de fato por ele, mas a sua resenha me cativou a ir atrás dele o quanto antes, parece ser bem do jeito que eu gosto e tenho certeza que não iria me decepcionar :D

    beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  10. Não me interesso por livros assim, simplesmente não vejo graça rs. PARECE ser um belo livro, pelo o que você contou. Talvez um dia eu leia livros assim.

    ResponderExcluir
  11. Douglas Bellissimo12:05 PM

    Olá, obrigado pelo carinho e pelo reconecimento... Gostaria de dividir todo este carinho e reconhecimento com toda a equipe de apoio do Cicatrizes, pois todos se dedicaram e trabalharam duro para que no final o livro tivesse a qualidade que autora e leitores merecem... Obrigado e beijo nos <3 ssss

    ResponderExcluir
  12. Oi Grazi,
    Eu tenho bem esse preconceito que se ouço falar que é BSDM já acho que será igual a 50 Tons de Cinza. Mas essa sua resenha me lançou um outro olhar sobre o livro.
    Não gostei muito como a dita série abordou o tema, como se fosse algo errado ou que viesse atrelado ao machismo, pela dominação. Mas nesse, pelo quote que você separou, de um dos amigos, dizendo que ela gosta de apanhar e tal. Talvez mostre uma mulher diferente, que descobriu prazer nesse tipo de relação e isso não é ruim.
    No fim fiquei curiosa para saber ao que se refere o título.

    Abraço e Bons Livros,
    Biblioteca do Coração❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nat, de fato esse livro vai totalmente ao contrário de Cinquenta tons, recomendo!

      Excluir
  13. Lendo a premissa também imaginei ser bem parecido com 50 tons! Bem, não curto muito livros hots, mas já que você disse não possuir muitos detalhes e por parecer ter um drama bem interessante envolvendo a protagonista, quero ler.
    Gostei do post! Muito legal os quotes que escolheu :)
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oii, tudo bem?
    Que sorte heim.
    Confesso que não sou muito fã de livro eróticos, mas gosto muito de romance.
    Quem sabe se eu tiver oportunidade acabo lendo.
    Adorei o post.
    Bjs
    http://leiturasdamary.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá Grazi,
    Parabéns pelo blog, achei ele lindo!!!
    Eu particularmente não sou uma das maiores fãs de livros hot, mas gostei muito da premissa desse e da forma como você apresentou o mesmo, o fato da história ser tão atual e parecer tão real, afinal todos estamos abertos a conhecer pessoas pelo whatss hoje em dia.
    Gostei muito e vou procurar a obra, parabéns pela resenha.

    Beijokas

    Paraíso das Ideias

    ResponderExcluir
  16. Ainda não me atrevi a fazer nenhuma literatura hot. Nem a capa me chama muito atenção mas vejo que o gênero está crescendo cada dia mais.

    ResponderExcluir
  17. Olá Grazi.
    Bem, todo mundo que me conhece sabe bem a minha opinião sobre livros hot e não quero me revoltar a cada resenha que eu veja sobre eles, ainda mais na sua pq você gostou muito, te surpreendeu.. enfim, a parte de Cassie ter sofrido por "algo" foi a única coisa que me despertou, mas tenho certeza que não deixaria de lado meu bloqueio com coisas do tipo BDSM e a falta de enredo que domina os livros hot.
    Outra coisa, quase sempre nós blogueiras não temos tempo de dar uma revisada nos textos, então, se precisar de um help pra isso posso começar a revisar os seus mais como uma parceira mesmo. Se se interessar, me avisa: isabelabarreiros@yahoo.com.br
    Bjs flor

    ResponderExcluir
  18. Oieee, Grazielli!
    Ja tinha visto essa resenha em um outro blog e tals, mas não tão assim detalhadinho. Fiquei curiosa em algumas partes, em outras nem tanto... É um livro que tem alguns elementos que eu gosto, fiquei na dúvida!! Melhor ainda que não tem muita coisa Hot ahhahaha
    Beijos

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lu....
      Acredito que você vai gostar sim!

      Excluir

Deixe seu comentário