As vantagens de ser invisível - Stephen Chbosky

Oi lindezas, apesar da tal "ressaca literária" ou como uma colega blogueira disse "ressaca de fim de ano" (rsrsrs) trago a resenha do livro "As vantagens de ser invísivel", que li nesse período entre as festas e preparativos. Confesso que esperava mais da história, mas até que é um livro gostosinho de ler, mesmo com os clichês que estamos acostumados nas histórias de adolescentes.


Charlie um garoto passando pela transição de infância para a adolescência, com traumas, registra através de cartas suas maiores confissões, desde as mais engraçadas às mais estranhas.

Através dessas cartas que parecem um diário, ele explora tudo que possível de sua vida, de maneira a não deixar claro de onde ele é, o que quer, ou faz. 

"...essa é minha vida. Eu quero que você saiba que sou feliz e triste ao mesmo tempo, e ainda estou tentando entender como posso ser assim...".

Ele está começando o ensino médio, e como em quase todas as histórias de jovens, é deixado de lado, e se sente excluído pelas panelinhas da escola, exceto pelos seus amigos Patrick e Sam, e seu professor Bill, que fizeram sua vida mudar completamente, deixando de lado a monotonia.

Suas cartas são escritas a um amigo anônimo e sem muitas emoções.
Num primeiro momento você pode achar Charlie sem graça, fazendo com que até dê vontade de parar de ler o livro, mas no decorrer da história, você vai entendendo-o e vê que ele não passa de um jovem querendo ser compreendido.

O que a meu ver agrada um pouco é o personagem principal gostar de ler e citar diversos livros, com comentários sobre eles.
No entanto, achei o final um pouco sem nexo, como se estivesse faltando alguma coisa.

20 comentários :

  1. Olá. Gosto de saber o que as pessoas pensam desse livro, ele é meio complicado.
    Eu li esse o livro alguns anos atrás, o encontrei sem querer na internet e gostei MT. O fato de ser escrito em tipo carta fez com que eu interagisse mais com o que ele sentia.
    É um pouco monótono, mas ele me deixou com vontade de ler até o fim para que pudesse entender o que acontecia com Charlie.
    No mais, eu o adorei :) o final dele foi bem legal. Libertador.
    É isso. Beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gisele, obrigada pelo comentário.
      Confesso que também o achei meio complicado, e também tive essa sensação de querer ler até o final pra entender o que se passava na cabeça de Charlie, e confesso que algumas arestas ainda permaneceram rsrs!

      Excluir
  2. Eu já peguei esse livro na mãos, ou coloquei no carrinho de compras, nem sei quantas vezes, mas sempre deixo pra depois. Gostei do plot da história, só me deu medo esse final que você disse que não tem muito nexo. Eu gosto de finais que ficam em aberto, mas que tem sentido. Também gostei de saber que ele é um livro quase epistolar, gosto de ler histórias escritas assim, e que o protagonista cita diversos livros. Se eu ler, provavelmente irei notar todas as citações e correr atrás dos livros.

    ;D
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir
  3. Oi Grazielli
    Li esse livro tá com um pouco mais de uma ano..no começo fiquei louca pra ler logo qnd saiu o filme,pois queria ler primeiro o livro..e qual foi minha decepção ao ler??!! Eu também esperava mais da estória,achei bem chatinho em algumas partes e até gostei de outras..mas no geral foi bonzinho..o filme também é legal mas não é essas coisas todas mas como tem a Emma (minha atriz preferida) tinha que assistir :)

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/2016/01/resenha-perdida-carina-rissi.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anne não assisti ao filme, nem sei se o assistirei, porque o livro muito me decepcionou, masss quem sabe um dia dou uma olhada só pra não falar que não vi.

      Excluir
  4. OI Grazi,
    Eu amo esse livro, sério.
    Mas acho que é por ter assistido o filme primeiro e ter gostado muito da história do Charlie. Acho que já fui com aquele carinho pelo personagem sabe, e acabou que ler suas palavras e imaginar as cenas do filme, trouxe um sentimento diferente.
    Eu amei a intensidade com que ele vivia as coisas, como ele era gentil, e ao mesmo tempo tão ingênuo.
    Sobre o final fiquei bem chocada ao descobrir qual era o trauma que fazia ele ter surtos. Por ser um livro voltado para o público adolescente acho que isso teve de ser abordado de forma mais sutil, mas está lá.
    Mas entendo sua posição, é normal termos opiniões diferente sobre a mesma obra, afinal temos experiencias diferentes :D

    Abraço e Bons Livros,
    Biblioteca do Coração❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nat de fato acontece, a mesma obra ter várias opiniões, essa é a graça. E também pode ser que eu venha ler numa próxima ocasião e tenha opiniões totalmente diferentes dessas.

      Excluir
  5. Olá, eu já conhecia o livro mas nunca o li, ele não me chama atenção e não tenho interesse em lê-lo. A premissa dele é interessante mas a história toda não me agrada, ouço bons comentários mas é um livro que no momento, eu não leria.

    ResponderExcluir
  6. Oi Grazi, ouço muitas opiniões opostas sobre esse livro, é tipo o caso amo ou odeio. E por todas as opiniões, ainda não me senti movida a querer ler.
    Gosto de livros que fazem referência a outras obras, enriquece mais a narrativa, um ponto positivo por isso. Quem sabe mais a frente eu mude de ideia e aprecie a leitura.
    Bjim!

    Tammy

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Essa é a primeira resenha que leio desse livro falando que achou o final sem nexo.
    Particularmente, não posso opinar, por ainda não ter lido, mas sinto uma vontade muito grande de ler, já que é um dos favoritos de uma amiga e nossos gostos são parecidos.
    Beijos
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruna, então, eu resolvi ler esse livro de tanto que me indicaram, mas confesso que foi um pouco menos do que eu esperava, talvez por isso minha decepção.

      Excluir
  8. Olá!!!
    Já vi comentários dos mais variáveis deste livro e confesso que não me interessei em ler. O filme que foi baseado nele também não assisti. Ruim quando esperamos algo mais do livro e não acontece, sua resenha passa claramente a sua decepção em relação a história. Gosto quando os livros fazem citações de outros, fica como uma dica de leitura.

    Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  9. Oi
    Nossa eu estava com muita vontade de ler esse livro, vi algumas resenhas e a maioria não falava muito bem, depois dessa perdi totalmente a vontade, você é otima, amei sua resenha.

    ResponderExcluir
  10. Oi Grazi, ainda não tive o prazer de ler ao livro,
    só assisti ao filme e lembrei dele hoje com a morte do Bowie
    que fez parte da trilha sonora.
    Agora depois de ler a sua resenha eu tô pensando se é um raro caso de
    Filme que foi melhor que o livro, porque o filme é realmente
    muito bom. beijos

    ResponderExcluir
  11. Já tenho ouvido falar sobre esse livro, também já li algumas resenhas, mas nunca consegui me interessar. Fico sempre com a impressão de que é um enredo fraco. Talvez seja apenas uma falsa impressão, mas saber disso eu teria que fazer a leitura. Como minha sobrinha está muito interessada por esse livro, vou comprar para ela e depois talvez eu leia para tirar a teima.
    Gostei da sua resenha!

    Tatiana

    ResponderExcluir
  12. Gostei desse livro ainda menos que você... o que mais me incomodou foi algo que você nem citou, o fato de todas as pessoas legais estarem sempre usando drogas de algum tipo... me irritou profundamente. Gostei da questão do Charlie escrever cartas para uma pessoa anônima e dessa coisa dele citar livros mas, de resto, não curti a história.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aiii Juuuu, fico tão aliviada sabia. Pelos comentários e comentários de amigos, pensei que só eu não tinha gostado desse livro rsrsrs!! Uffa!

      Excluir
  13. Ooi,
    As Vantagens de Ser Invisível é um livro que eu lembro com muito carinho. Esse sick-lit é singelo, acho que é a maior qualidade dele. Não se sabe bem o que realmente acontece, só o que o Charlie conta e diz que aconteceu. Gostei bastante do livro porque Charlie é um personagem que tem um pouco de mim, e acho que de quase todo mundo, e é fácil se identificar com várias passagens. Pena que você não curtiu.
    Vitória Zavattieri
    Corujas de Biblioteca

    ResponderExcluir
  14. Esse é um daqueles livros que você vê várias opiniões opostas e fica super curiosa pra tirar duas próprias conclusões. Eu ainda não tive oportunidade de ler, não me despertou interesse, mas a curiosidade existe, rsrsrs
    Beijos
    http://viajandoentrecitacoes.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Eu não li o livro, mas vi o filme e achei a história muito parada. O escritor quis abordar alguns problemas da adolescência, mas não soube fazer.
    Adorei a sua resenha, mas não leria o livro.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário