[Afins] - Pulseira Pandora

Oie gente, estou tendo uma certa "dificuldade" de ler o livro Música ao Longe (Érico Veríssimo) porque, não sei se vocês sabem, mas os livros antigos tem um problema de letras pequenas demais, então, estava aqui pensando em falar algo diferente por aqui, pra não abandonar vocês leitores, mais não quero fugir muito do assunto, afinal não é o objetivo do blog.
Então resolvi contar pra vocês sobre minha mais nova "mania", que é a Pulseira Pandora e seus Berloques (Pingentes).
Para quem não sabe, vou contar um pouquinho da marca já que dela veio a ideia dessas pulseiras maravilhosas!!!


A marca Pandora nasceu em 1982 na Dinamarca com o objetivo de importar jóias, e com o tempo ela foi crescendo e ganhando espaço em outros países. Tem como missão "oferecer jóias de qualidade ...permitindo a individualidade...a quem a usa" assim, cada mulher pode contar sua história através de suas jóias. E isso tornou a pulseira tão "cobiçada" e desejada, afinal, quem não quer usar uma jóia que carregue em si um pouquinho de sua história de vida.Pois é, caso queira saber mais da marca clique na imagem acima e conheça um pouquinho mais. 

Agora, pelo que percebo em comentários e postagens de quem usa essa pulseira é que além de contar sua história, cada berloque (pingente) pode trazer em si: um sonho a ser realizado, ou já realizado; algo que goste; algo que lembre algo ou alguém. Enfim, são várias as conotações de cada um dos pingentes agregados à pulseira. 
Na verdade, vira uma coleção, onde cada pingente tem um valor para a dona da pulseira. E o que torna a pulseira ainda mais legal, é que nunca nenhuma é igual a outra, então a sua será única, afinal cada pessoa tem uma história de vida diferente.
E pra não ficar de fora dessa, resolvi deixar uma foto da minha que está começando a ser preenchida agora, no entanto já tem um grande valor sentimental pra mim, afinal meus Berloques (pingentes) são lindos!!!

Pulseira Pandora by Grazi Moraes - Berloques: Torre Eiffel (sonho de viajar e conhecer de perto a torre); Coruja (até que é meio obvio néh... rsrs... além de amar coisas de coruja, ela é o símbolo da sabedoria e diz muito a meu respeito); Livro (se alguém ainda tiver dúvidas, amooooo livros (a vá kkk) e sou bibliotecária). Por enquanto só tenho esses, mais em breve pretendo colocar mais alguns e quem sabe mais pulseiras ^.^.
E pra não ficar de fora dessa, resolvi deixar uma foto da minha que está começando a ser preenchida agora, no entanto já tem um grande valor sentimental pra mim, afinal meus Berloques (pingentes) são lindos!!!

Presságio: o assassinato da freira nua – Leonardo Barros

Alice, 26 anos, desde sua adolescência é “atormentada” por presságios (ou clarividências, assim como o autor descreve no livro), já buscou ajuda de vários psiquiatras, que sempre desacreditaram de sua capacidade, julgando-a sempre como louca. Esses presságios lhe colocaram em meio à uma sequência de crimes, e para dar início à essa série de crimes, Bianca (uma freira que lecionava português e querida por todos, até demais) é encontrada morta e o acusado de ter feito isso com ela, não é nem de longe o homem da premonição de Alice, e ela tenta a todo custo provar isso para os policiais, investigadores, juízes e envolvidos nesse maravilhoso thriller policial.
E como se não bastasse, acontece outro crime, dessa vez com Vivian (que diferente de Bianca, não é freira, mais estava fantasiada como tal, no dia de sua morte). Se me perguntar o que essas histórias têm em comum, não poderei dizer, porque perderá a graça se eu contar tudo aqui né, afinal, nada melhor, do que deixar um gostinho pra vocês.

“... Então você estava lá? ... Não estava! Eu vi em pensamento, como um presságio... Um crime hediondo que deixou nossos cidadãos perplexos... Eu gostava dela... isso é crime? ... somente um orgasmo traria Alice a visão dos fatos que a levaria à captura daquele assassino... Agora quer que eu acredite que você tem “poderes paranormais”? ... “


Sendo bem sincera, poucos são os livros desse gênero que li, e nem sei se tenho o direito de comparar assim, mas, pra mim esse livro é muito similar aos das excelentíssimos, Arthur Conan Doyle (Sherlock Holmes) e Agatha Christie, e aos seriados policiais e sobrenaturais o que a meu ver é maravilhoso. Afinal, é um livro cheio de suspenses, de personalidades diferentes, tornando assim a história mais enigmática, curiosa e gostosa de ler.
O autor detalhou tão perfeitamente cada cena do livro, que por diversas vezes você se pega meio que “chocada” com a história, e isso torna ainda melhor a história e o desenrolar dos fatos.
Acredito que por conta de o autor Leonardo Barros ser médico, a história se parece mais real ainda, afinal ele conta os casos com todos os detalhes possíveis, parecendo ainda mais real.
Por se tratar de um livro, recomendado para maiores, já era de se esperar que os fatos fossem narrados minuciosamente, o que pode vir a chocar quem não está acostumado com leituras mais fortes, mas isso a meu ver torna a obra melhor ainda do que eu imaginava que fosse ser, quando iniciei a leitura.
O livro superou minhas expectativas, afinal o leitor consegue fazer um misto surpreendente entre, sobrenatural e questões policiais surpreendente, colocando o leitor por diversas vezes a desacreditar, até mesmo do que era óbvio.

E como se não bastasse tanta coisa boa junta, o autor finaliza a obra de maneira a fazer com que o leitor acredite e espere por uma continuação, e isso descobriremos em breve com o próprio autor, que nos concederá uma entrevista, em breve.

[Por Trás da Poltrona] - Vingadores: Era de Ultron - Por: Lucas Ferrarezi

Essa é a minha primeira resenha da coluna Por Trás da Poltrona, espero que gostem, pois vai ser a minha primeira resenha sobre filme.


Pra começar, eu tenho que avisar que sou realmente fã, desde pequeno acompanho o universo da Marvel, assisto a todos os filmes, acompanho eventualmente alguns quadrinhos e gosto muitíssimo mesmo....

E como fã, não poderia deixar de assistir Vingadores: Era de Ultron, e, eu posso definir o filme inteiro em uma só palavra... INCRÍVEL. O filme já começa cheio de adrenalina com os Vingadores em uma missão, extremamente unidos e lutando contra uma equipe, tornando fácil a vitória, mas, tem novos vilões com habilidades especiais, os irmãos Pietro (Mercúrio) e Wanda (Feiticeira Escarlate), uma nova ameaça, que eles ainda não sabem como lidar, mas do mesmo jeito que eles, também desaparecem misteriosamente.



Após vencer a batalha e recuperar o cajado do Loki, eles retornam pra sua sede. Tony Stark tenta verificar o que de tão poderoso tem nesse artefato, após verificação, ele descobre que o cajado possui uma inteligência própria e que pensa. A partir disso, ele e o Bruce Banner começam a criar uma inteligência artificial e acabam conseguindo, mas o que eles não imaginavam é que essa inteligência cresceria tanto a ponto de se tornar independente e com vontade própria e tentaria destruir os Vingadores, agora eles devem parar o Ultron e destruiu, mas isso não será fácil, pois ele está conectado com o mundo, com a internet... E para piorar, os dois irmãos estão do lado do Ultron, com um objetivo em comum "aniquilar" os Vingadores!!!


Esse filme, no meu ponto de vista foi o melhor que a Marvel lançou, combinando ação, drama, romance e história, e ainda interligando as histórias dos personagens um por um. 
Os efeitos em 3D aparecem em grande parte do filme, mas isso não é mais importante, é como eles conseguiram desenrolar as histórias de mundos diferentes em uma só. 
Dou 5 estrelas para esse filme. Sei que sou suspeito de avaliar esse filme, já que sou fã dos Vingadores, mas não tem quem não goste desse filme, criança, adolescentes, adultos, pois a Marvel está presente para todos e continua presente com filmes, diversos filmes já lançados e que ainda vão lançar.



Uma coisa que não poderia ficar de fora nesse filme, assim como em quase todos os outros filmes da Marvel é a presença ilustre de Stan Lee afinal, virou costume ele aparecer em praticamente todos os filmes, se você nunca percebeu assista de novo um filme da Marvel eu te garanto que ele vai estar presente em alguma cena, mesmo que ela seja curta e pouco importante. 
E se você gosta mesmo da Marvel vale a pena ficar até depois dos créditos, a Marvel sempre lança uma teaser do seu próximo filme, como estamos acostumados essa cena surpreende.

Espero que tenha gostado da nova coluna e logo mais eu resenho sobre outro filme. Aguardem!!!

Recomeçar todos os dias!!!! - Por: Humberto Moraes


A frase acima (Recomeçar todos os dias!!!), mexe muito com todos os seres humanos, pois no longo caminho da evolução de vida, espiritual e na forma humana, temos a oportunidade de sempre recomeçar algo ou alguma coisa que seja relevante nas nossas vidas, se não perceber o que estamos buscando, vamos ter que recomeçar sempre.
Recomeçar não significa iniciar tudo novamente, mas sim dar continuidade ao que já foi construído em nosso caminho de luta. E às vezes temos a impressão de que não saímos do lugar, mas podem ter certeza que estamos sempre indo à alguma direção, ou à algum caminho que nem percebemos.
A vida em si tem algumas armadilhas que nos fazem crer que estamos perdidos e sozinhos, mas, um dia tive a visita de um anjo de luz (uma bela e delicada criança loirinha chamada Priscila, de olhos azuis) em um sonho, ela pegou em minha mão e disse que na vida nunca estamos sozinhos e temos que continuar nossa batalha todos os dias, e que sempre temos os anjos protetores ao nosso lado nos ajudando a superar os momentos difíceis.
Todos os dias, tenho a impressão que em alguns momentos somos visitados por seres iluminados e não percebemos pois, estamos tão concentrados em buscar um caminho que nos leve à felicidade, que não damos conta que tudo aquilo que buscamos, está ao nosso lado o tempo todo.
Portanto, você que está lendo este texto, se estiver sozinho, peça a Deus que os anjos levem para sua casa, sua vida e família, muito amor e paz, e você que tem família e se sente sozinho, não desista, pois, os anjos de luz e misericórdia lhe trarão muito amor, saúde e harmonia em suas vidas.

Olhe para seu lado, pois às vezes as pessoas que amamos estão precisando, e nem nos damos conta!!!


As encantadas - Sarah Pinborough


Oi meus lindos, tudo bem?
Eu hoje estou superrrrr feliz, por que chegamos à 500 curtidas na nossa fanpage, gostaria de agradecer à todos que nos acompanham por lá também!!!





Bom agora vamos à resenha de hoje, As Encantadas de Sarah Pinborough. Comprei esse box numa promoção do site Submarino, achando que seria uma versão mais "hot" ou diferenciada dos contos de fadas, e na verdade, a meu ver, não é tão diferente da história "tradicional", a única coisa que percebi leve diferença, é a transparência no que se refere o lado sexy e malicioso dos contos de fada.

Confesso que esperava mais da obra, afinal li os três volumes em um dia, pra ver se surgia algo diferente do que já li em outras adaptações dos contos.

A trilogia é dividida em três contos (Branca de Neve; Cinderela; Bela Adormecida), cada um com sua peculiaridade, no entanto, um é sequência do outro, diferente dos contos originais.
A autora descreve muito bem cada cena da história, tornando o livro um pouco diferente dos contos.
Vou colocar aqui uma sinopse de cada um deles, caso seja do interesse de algum de vocês os ler.


As Encantadas - Vol. 1 - Veneno



"Sexy, sarcástico e de prender a respiração! ...Veneno é a prova de que contos de fadas são para adultos...a autora reconta a história de Branca de Neve e seu embate com a Rainha, sua madrasta... Sara P. coloca os contos de fadas de ponta-cabeça e narra histórias surpreendentes que a Disney jamais ousaria contar..."


As Encantadas - Vol. 2 - Feitiço

"Cuidado com o que deseja!... Você lembra da história da Cinderela, com sua linda fada madrinha, suas irmãs feias e um príncipe encantado? Então esqueça essa história... nessa releitura ninguém é o que parece..."




As Encantadas - Vol. 3 - Poder


"Acordar uma princesa pode ser letal... Todos os seres vivos foram cercados pela densa mata e estão dormindo... só poderia vir da magia... quem faria mal a uma jovem rainha tão boa e tão bela?... traz como história principal o conto da Bela Adormecida. Porém esqueça dos clichês tradicionais e se entregue a uma nova visão..."



Espero que tenham gostado da resenha! Ahhh já ia me esquecendo, estou pensando em colocar essa trilogia no sorteio do próximo mês, que acham?!

O peregrino Joshua (vol. 1 e 2) - Rafael Lovato






Gente, pra comemorar nossa mais nova parceria, trago-lhes a resenha do livro “O Peregrino de Joshua” de Rafael Lovato (site) (eis nosso novo parceiro), recebi esse livro da editora Zap Book e devo admitir que me surpreendi, já que pensava se tratar de um livro religioso (não que eu não goste), e ao contrário do que imaginei, trata-se de um livro com crônicas belíssimas de motivação e bons pensamentos, o que me instigou ainda mais a ler, foi o fato de o autor ser advogado, já que normalmente temos uma imagem de alguém duro, por conta da profissão que exercem.




Como bibliotecária que sou, resolvi pesquisar quem foi Joshua, por acreditar que se tratava de alguma personalidade, ou algum nome religioso e pelo que pude perceber em minhas pesquisas, é que trata-se apenas de uma variação linguística de Josué, no entanto, ao questionar o autor sobre isso, o mesmo deixou claro que "... tem significado religioso e de respeito em todas as culturas... Joshua é um texto filosófico...".

Mais falando do livro em si, devo lhes dizer que é um livro bem gostoso de ler, por se tratar de crônicas motivacionais super fáceis de ler, ao mesmo tempo em que são fáceis, nos pega a todo momento, fazendo-nos destrinchar as reflexões postas no decorrer das histórias.
As crônicas trabalham, pelo que pude perceber, com as várias vertentes do ser humano. Desde o nome que nos é dado, e que por diversas vezes não aceitamos, até, questões mais sérias como preconceito, casamento, amizade, escolhas da vida e etc.
Serve como uma leitura diária, e acalma o coração de quem lê. A meu ver, também pode ser um daqueles livros que você pega de vez em quando e abre numa página qualquer, fatalmente você receberá uma mensagem muito agradável para algum problema ou situação que esteja passando.

Rafael Lovato
Rafael Lovato
Passaria o dia todo transcrevendo as frases do livro que mais me chamaram a atenção, mais acredito que não há necessidade disso, já que cada um de vocês pode ler os livros e ver a que mais lhes agrada, já postei e vocês podem conferir no meu Instagram ou na #facesdeumacapa, e assim conhecer um pouquinho mais de Joshua, suas lições e seus ensinamentos.

Um toque a mais - Jéssica Anitelli

Essa resenha e comentário tem um "que" a mais, ou "Um Toque A Mais", porque se trata de um livro que me inicia em vários aspectos.
Primeiro porque fui convidada pela linda Jéssica Anitelli a ser beta de seu livro (pra quem não sabe, beta de um livro, é ler o livro antes de ser lançado. Dai você tem direito de das "palpites ou críticas" para o autor do livro, antes de ele publicar) e só tenho a agradecer a ela pela maravilhosaaaaaaaaa experiência.
Outra novidade é que, pela primeira vez tive a experiência de ler um livro digital, e, sinceramente amei a experiência, mesmo sendo fascinada pelo papel. A história é tão boa que nem senti a falta do papel em minhas mãos.

Bom, mais vamos ao que interessa, o livro:


E se eu te contasse que existe um livro que quebra todos e quaisquer "tabus" existentes na sociedade, no que diz respeito à homoafetividade, sexo a três (Ménage a Trois) e outras coisas que ainda são tachadas de "imoral, insano, nojento e errado", você pararia pra ler? 
Que pergunta mais idiota a minha né, se pararmos pra comparar, os livros "hot" vem a cada dia tomando conta das prateleiras dos leitores e esse com certeza deverá parar em muitas estantes, afinal, posso dizer com todas as palavras, que, é o melhor que já li desse gênero, e o mais fascinante disso tudo é que é brasileiro s2!!!
É um livro que diferente dos que eu venho lendo, já traz a história logo de cara, sem rodeios, e isso é fantástico, por que você quer continuar, pra ver o porque' dos acontecimentos e o que vai acontecer página após página.
Conforme falei anteriormente, comecei a leitura ontem a noite e não consegui parar e já terminei, de tão boa que é a história.




Um Toque a Mais

Fim de relacionamento nunca é fácil, ainda mais pra Lara que começa a descobrir novas maneiras de viver e aproveitar a vida. Mais o que implica ainda mais e dificulta o final de seu relacionamento com Renê é a questão de ambos trabalharem na mesma empresa e serem convidados a participar de um processo de seleção para um cargo de diretoria.
Outra coisa que muito vinha pesando na cabeça de Lara é a nova experiência que teve com Paola e Elias (ela participou de um Ménage a Trois – pra quem não sabe o que é isso, é a experiência de um casal se relacionar sexualmente com mais uma pessoa do sexo masculino, ou feminino).

“Por que você me quer transando com seu marido? ... Não é só com ele, é comigo também... É que ainda é estranho. Ele é seu marido oras... Não me olhe assim... Eu nunca trai o Elias e ele nunca me traiu. O que a gente faz é de comum acordo... "

Tudo isso faz com que ela pense a todo momento que está sendo usada, mais no decorrer da história esse sentimento vai sendo modificado e ela começa perceber que poderá ser muito feliz.

Eu não queria me sentir novamente usada, ainda mais por Paola que considero tanto. Mas, por outro lado, o que eu esperava com aquilo tudo? Eles eram casados, não havia espaço para mim naquela relação. No máximo umas transas casuais. Eles mesmos comentaram que eu não era a primeira, por que seria especial?

Quando a história começa a decorrer e você lê "O que eu não sabia era que receberia uma proposta um tanto inusitada..." você logo fica se questionando, o que pode ser mais inusitado do que sexo a três? E a autora mostra que pode sim existir coisas mais inusitadas ainda, e que esse pode ser só o início de uma nova forma de viver e enfrentar a vida e os "pré-conceitos" que nos são colocados dia a dia, enquanto seres humanos.

A princípio, enfrentar um ex-namorado frustrado por saber que poderia ter evitado uma traição se soubesse que sua ex-namorada é bissexual, parece ser a pior das hipóteses, mas, com o decorrer das páginas, você perceberá que ter de bater de frente com famílias e toda uma sociedade pode ou não dar certo, afinal ainda "vivemos em uma sociedade machista... onde todos nos julgarão".

"Lara é uma daquelas personagens que mostram do início ao fim da história, que mesmo estando indecisa, sabe o que quer! E mais que isso ela consegue ser divertida ao mesmo tempo em que é sexy."

“... eu não vou abrir mão da minha felicidade só porque essa sociedade ainda não é capaz de enxergar quando as pessoas se amam de verdade..."


Esse livro é daqueles que quanto mais você lê, mais picante e curioso fica rs! Além disso, é uma mistura perfeita de sensações, afinal a autora soube misturar tanta coisa boa junta, que faz com que o leitor mude seu “humor” de uma linha a outra, tornando a obra mais interessante e perfeita.
Só tenho a pedir a editora que vai publicar esse livro, que pulique o quanto antes, porque ler uma única vez não é suficiente (rs), quero ler no papel e viver mais uma vez essa história, picante, interessante, diferente... nem que eu passasse a noite toda aqui teria palavras pra dizer o que senti ao ler esse livro maravilhoso... ops mais um rsrsrs!!!

As batidas perdidas do coração - Bianca Briones

Muitos já devem ter lido As batidas perdidas do coração da Bianca Briones e os que ainda não leram deveriam ler, afinal não é sempre que temos a oportunidade de "vivenciar" a história de dois jovens totalmente "opostos" capazes de mostrar que toda diferença pode ser rompida através do amor e da morte.

Viviane após a morte de seu pai, se vê diante de uma situação pra lá de delicada, afinal, ter sua mãe com depressão e seu irmão mais novo precisando de seus cuidados não é de nem de longe a melhor das situações. Só que o que ela não espera é encontrar Rafael um jovem que também é obrigado a sentir a dor da morte, já que teve seu pai assassinado e agora sua irmã levada pela morte, devido à um acidente de carro.
A morte é a única coisa que ambos tem em comum, afinal, são de classes sociais diferentes, tem histórias de vidas diferentes, mais guardam no coração algo em comum, que pode torná-los tão próximos e conexos, além até daquilo que suas famílias e amigos imaginam.

Novamente venho aqui pra dizer que a literatura brasileira vem me impressionando cada vez mais, e agradecer aos autores maravilhosos por nos possibilitar encontrar tanta riqueza em algo que é nosso.

Quanto ao livro, sinceramente, passaria o dia todo aqui falando da amplitude de coisas boas que adquiri ao lê-lo, já que és um livro maravilhosamente perfeito em todos os seus aspectos.
Tem uma capa linda, fato esse que me chamou a atenção de ler; A autora teve uma sacada maravilhosa em colocar em cada capítulo e no decorrer da história trechos de música, muito pertinentes à história, mesmo de grande maioria se tratar de música internacional, ela teve a preocupação de traduzir o trecho da música, mostrando ao leitor que realmente tinha a ver com o que estava sendo narrado; Adorei a ideia de ter os capítulos intercalados, narrados ora por Viviane ora por Rafael.

"... Uma montanha russa de emoções que ora nos acarícia com a delicadeza de Viviane, ora nos joga na parede com a pegada forte de Rafa..." (Lívia Martins, do blog Leiturinhas).

É fascinante a maneira que a autora mostra a dor da morte, e como ela deve ser levada, afinal esse será o fim de todos nós, mesmo que não à aceitemos. 

"... Fui me enterrado aos poucos, com cada um deles... Durante muito tempo, chorar é tudo o que faço... Dizem que, quando estamos prestes a morrer, a vida passa como um filme em nossa cabeça..."

Além da morte, a autora trata a questão do amor verdadeiro de maneira tão gostosa, que o leitor acaba vivenciando cada batida perdida do coração de Vivi e Rafa.

"... quando descobrimos que estamos apaixonados, o coração fica tão assustado que pula um batimento, como se estivesse se preparando para... "as batidas perdidas do coração"... até encontrar no peito de outra pessoa...".

Para que a história de Vivi e Rafa seja completa, a autora construiu personagens "secundários" se é que podemos lhes chamar assim, já que todos são de mera importância pra história tanto quando os dois principais, o leitor acaba se apaixonando por cada um deles, de maneira natural.
Outro aspecto muito interessante e que torna ainda melhor a história é a questão das drogas, já que Rafael é usuário de drogas e é obrigado a enfrentar essa "doença" como fuga da dor causada pela vida, ou pela morte, como diz o avô de Vivi a vida resolveu bater bastante em Rafa.

"...a vida bate em você... a vida nunca bate mais do que podemos aguentar, e você é mais forte do que imagina..."

Como já dito anteriormente, passaria muito tempo aqui falando desse espetáculo de livro, mais quero que os que não leram tenham o prazer de descobrir essa história maravilhosa em cada página do livro,

Seria injusto não colocar nenhuma das músicas que a autora teve o cuidado de escolher e traduzir, de acordo com o capítulo e o momento da história, portanto, deixo aqui uma das músicas que para mim, foi uma das que mais marcaram a história, num contexto geral.


Mais uma coisa (eu juro que a última rsrsrs) - com esse livro, novamente vi que o amor tudo supera e tudo enfrenta. Beijos e até a próxima resenha!!!

Pensar e Realizar!!! - Por: Humberto Moraes


A arte de poder imaginar diversas situações é o maior trunfo que a mãe natureza pode nos dar, pois com isso temos uma imensidão de caminhos a seguir adiante no caminho da evolução humana. Esse dom divino nos diferencia de outras espécies na roda da evolução.

Pelo simples fato de poder imaginar um fato ou alguma situação especifica nos remete com muita força no caminhar de nossas vidas e na construção de nossas historias de vida, os maiores da humanidade tinham dentro de si uma força muito grande para elaborar pensamento e imaginar coisas que ninguém nunca tentou, são os chamados gênios da humanidade.

Esses seres quase sempre viviam sozinhos e isolados e  tinham ainda uma ferramenta muito importante na vida deles que é a vontade de colocar em pratica tudo aquilo que eles conseguiram idealizar de maneira genial e quase sempre chamados de malucos pela época que viviam, sendo capazes de estar a frente do tempo e época em que foram introduzidos na natureza.

Diante de tudo que descrevi chego a conclusão que temos que acreditar sempre na capacidade de elaborar e praticar tudo aquilo que queremos com muita garra e determinação pois a só assim conseguimos deixar algo de útil na nossa breve passagem pela terra.

Acreditar acima de tudo que somos capazes de mudar o mundo com pensamentos bons e atitudes melhores fazem a diferença na vida das pessoas pois nem sempre percebemos somos espelhos e exemplos de vida para quem nunca imaginamos.

Entrevista - Vinícius Vieira (Blog Obras de Um Jovem Escritor) - 23 anos

Primeiramente gostaria de desejar uma boa páscoa a todos (mesmo que atrasado.... é que esse feriado foi corrido meus amores), espero que tenham lembrado do verdadeiro sentido da páscoa, mesmo que os chocolates sejam maravilhosos (rs).



Trago hoje uma entrevista muito gostosa, do mais novo parceiro, Vinícius Vieira de Faria (23 anos) escritor do blog Obras de Um Jovem Escritor.


Ele gosta de ler pelo simples fato de poder mergulhar nas estórias, conhecer novos mundos e personagens, criaturas novas e pela possibilidade de conhecer um novo universo, totalmente diferentes do que vive.





Sua primeira leitura foi o livro Onze Minutos (Paulo Coelho) comprado por sua mãe através do "Jornal Popular" que na época estava vendendo livros do autor, o que o fez acabar tomando gosto pela leitura.


Atualmente lê As virgens suicicas (Jeffrey Eugenides). 


"... É um livro bem pesado, embora um pouco triste. Estou gostando muito da leitura, pois ela possui um certo "quê" de investigação..."



No entanto, sua leitura predileta é Fallen (Lauren Kate).


"Amo esse livro por conta dos personagens, da história, da capa e de tudo. Sou apaixonado por ele. É meu xodó".




Se pudesse escolher ser um personagem, seria, Harry Potter, devido ao seu mundo ser o melhor que Vini já leu e viveu.


Quanto ao blog Faces de Uma Capa, fiquei muito feliz de saber do prestígio que ele tem, isso que me faz ficar com mais vontade ainda de continuar escrevendo e mantendo o Faces:

"... É um dos blogs mais lindos que já vi, sem falar que os posts da blogueira são excelentes. É um blog nota dez..."

"... Tenho certeza que se as pessoas lessem mais, o mundo seria um lugar bem melhor. Não teríamos problemas como falta de cultura, de criatividade ou de depressão. A leitura é o caminho para um mundo mais culto e com menos problemas..."



Blog OBRAS DE UM JOVEM ESCRITOR

Criado com intuito de divulgar textos, frases e histórias de autoria própria, no entanto, com o tempo, devido ao Vinícius ter conhecido alguns blogs e percebido que poderia expandir o objetivo do blog, ele começou a criar resenhas de filmes, livros e seriados, dar indicações literárias e cinematográficas, críticas ao governo entre outras coisas.



"Eu amo meu blog. Adoro quando sento na frente do pc e começo a escrever, é uma sensação indescritível poder criar uma postagem ou um texto. Mas melhor é as pessoas poderem ler o que você escreve. Ter o seu conteúdo admirado e elogiado por outras pessoas é muito bom, você se sente gratificado em poder mostrar sua arte para as outras pessoas".

Te anima muito a "obrigatoriedade" que tem em postar devido aos leitores estarem sempre esperando uma novidade do blog, além disso, o blog foi uma porta de entrada para ele continuar a escrever suas histórias, fazendo-o não desistir de seu lado escritor. Vini deixou um recadinho para sua amada, como forma de agradecimento pelo apoio que sempre lhe deu:

"... com o blog, estou diariamente escrevendo nem que seja um parágrafo... Mas além disso tudo, o que mais me anima é uma criaturazinha chamada Viviane Soares. Essa criaturazinha é a minha namorada, mas ela não é só minha namorada, ela é a pessoa que mais me apoiou ou me apoia na vida. Comecei o blog graças a ela, pois foi ela quem me animou a começar e a não desistir quando tudo parecia que não ia para frente. Foi ela também quem me incentivou a começar a trabalhar como escritor, e é graças a ela que eu não desanimo... Deixo aqui um grande abraço para os leitores do Faces de Uma Capa".

Os caminhos de Lumia - Lara Orlow

Dentre da literatura brasileira, tenho aprendido muito, e uma das coisas mais bacanas e que estou gostando muito é as diferentes culturas e a diversidade existente na vida dos seres humanos.

Os caminhos de Lumia é um livro da nossa editora parceira, Malagueta "dirigida por mulheres homossexuais focada em publicar escritoras homossexuais".

É uma obra muito gostosa de ler, (li em algumas horinhas) conta a história de Clara e Lumia duas mulheres de culturas diferentes, mais que são ligadas a partir do primeiro olhar de modo a enfrentar todo e qualquer preconceito existente em suas crenças e valores, em busca daquilo que lhes uniu desde o começo "algo espiritual" o amor.

Algumas coisas tornam a obra mais gostosa ainda de ler, como o cenário (Praça da República e alguns locais de São Paulo - garanto que quando passar nesses locais não passarei simplesmente, sempre lembrarei da história de Lumia e Clara).

A autora, descreve a cultura cigana de forma tão sensual, que quando descreve os momentos de Lumia, parece estarmos sendo "hipnotizados" por sua dança, mesmo não a vendo de fato.




"... parecia distante de tudo o que já ouvia sobre ciganos... impetuosos, imprevisíveis, dramáticos mas temos uma qualidade que nos diferencia de qualquer outro povo: não guardamos rancor... sabemos perdoar de verdade quem nós amamos..."




Além disso, outra coisa que a autora fez em diversas partes da história é colocar música brasileira no decorrer da história, o que a meu ver torna ainda melhor o livro, já que é como se estivesse ouvindo a música durante o percurso de Clara pra conquistar Lumia.
Deixo aqui uma das músicas que ela menciona no livro e uma mensagem a fim de você como leitor reflita seus passos, crenças e acima de tudo, reflita quantas vezes já julgou sem ao menos conhecer:

"... Preste atenção ao seu redor. Observe as pessoas que caminham ao seu lado, os transeuntes despreocupados do dia-a-dia... jamais julgue por sua aparência, afinal somos todos da raça humana..."


Juliette Society - Sasha Grey



"Antes de irmos adiante, vamos combinar uma coisa...
Não se ofenda com nada que ler...
Deixe suas inibições à porta...
Tudo que você vir e ouvir a partir de agora deve ficar só entre nós..."

Pois é, o que esperar de um livro que tem em sua contracapa esse pedido, feito pela própria autora Sasha Grey, para os que não conhecem ou nunca ouviram falar, é uma ex ilustríssima atriz pornô, então... (rs)... Devo-lhes dizer que caso sinta vontade de ler esse livro, deve despir-se de todo e qualquer preconceito relacionado à sexualidade, tendo em vista que quem vos falará é uma "especialista no assunto, diferente da E.L.James (Cinquenta Tons de Cinza) - jamais desmerecendo sua obra é claro.

Pra quem não conhece a Sasha Grey, ai vai uma fotinho dela, mais se procurar na internet é possível achar muita coisa sobre a atriz e escritora.


Resolvi ler esse livro, por mera curiosidade, ao ler resenhas e comentários de amigos blogueiros, e para minha surpresa, me prendi demais na leitura, já que tudo que ela escreve é um pouco diferente e novidade pra mim (rs).
Com o título e a sinopse, acabamos por nos enganar achando que Juliette será a personagem principal do livro, mas na verdade trata-se de uma sociedade ultra secreta (cheia de pessoas do alto escalão, dispostas a explorar os mais altos cúmes da sexualidade e do prazer), cheia de mistérios relacionados ao sexo, contados por Catherine (essa sim é uma personagem rs), uma jovem curiosa e cheia de fantasias secretas, até mesmo pra ela mesma (no decorrer da história é possível perceber isso claramente).
As cenas são explícitas e sem cortes (o que poderá chocar quem lê se não estiver acostumado com esse tipo de narrativa), sem romantismo algum, o que a princípio me assustou um pouco, mais tornou a obra mais instigante.
Como eu disse, pra quem curte ou espera um romance com final feliz, ou ainda, um conto erótico, não leia, ou poderá se "chocar", ainda mais com a quantidade de segredos que irão sendo desvendados até a última página.
Me surpreendi enormemente com o final da obra, ainda mais por ir pra outra vertente das obras eróticas que estão sendo lançadas na literatura hot.
Acredito que a obra veio não só com objetivo de mostrar o outro lado da sexualidade (perversidade), como desmistificar o "romance" existente nesse tipo de literatura, bem como, uma crítica à essa sociedade engessada, que ainda tem tabus quanto ao sexo e à sexualidade, e isso a autora soube fazer de forma esplendorosa.

Bom é isso ai meus amores, espero que tenha dado pra entender um pouco deste que não é uma literatura brasileira, mais, que muito instiga para ler. Até a próxima!!!