[Estranho Mundo das Séries] - Arrow - Por: Lucas Ferrarezi


Quem não queria ter uma vida cheia de luxo, riquezas e tudo que o dinheiro pode comprar... Essa é a vida de Oliver Queen, um jovem rico, que sabe aproveitar muito bem a vida. Mas, um dos seus passeios acaba dando errado, um naufrágio faz com que Sara Lance, – irmã de sua namorada Laurel Lance – morra logo após o acidente em seguida, seu pai acaba se matando. Após ele ficar dias em alto mar, num bote salva vidas, com pouca água potável e quase sem comida, ele acaba avistando uma ilha, mas existe algo diferente nessa ilha, alguém misterioso...



Após 5 anos na ilha, Oliver consegue ser resgatado por um navio pesqueiro, voltando para a sua cidade natal, Starling City.
Muitos mistérios o cercam... Como ele conseguiu sobreviver todo esse tempo numa ilha deserta, sem experiência nenhuma... Porque o pai dele se matou, e o que ele revelou sobre a sua vida e sobre a empresa... São essas e outras perguntas que você se questiona ao longo da série, querendo sempre saber o que está por trás delas.


Seu retorno também é bem conturbado, pois sua mãe está casada como do Diretor Financeiro da empresa de seu pai, sua irmã mais nova não é mais uma criança, se tornando uma adolescente rebelde, sua ex-namorada Laurel sabe que sua irmã estava saindo com Oliver, que a levou a morte o culpando por isso, mas ele não é o mesmo de 5 anos atrás, agora ela tem um objetivo, prometeu ao seu pai que repararia todos os seus erros e iria combater os reais vilões da cidade, revelados pelo seu pai, que lhe deu uma lista de pessoas que estão prejudicando a cidade de alguma forma.


Agora somente ele poderá trazer de volta a sua cidade de volta e combater de frentes os vilões
Essa já uma série meio antiga lançada em 2012, que eu venho acompanhando, um grande sucesso desde então por ser eletrizante cheia de ação e mistério, é como dito na ultima resenha se você gostou de Flash vai gostar muito de Arrow, as duas séries se interligam em alguns episódios mesclam universos tão diferentes.
Oliver é um personagem sombrio e misterioso, não sabemos o que esperar dele e nem como ele vai agir ao longo da série, aos poucos vamos descobrir algo sobre ele, mas nunca o bastante, já que ele se tornou como um grande quebra cabeça, fazendo com que você vá ligando as peças que o forma.

A série está na sua 3° temporada, 15 episódio, com um novo dia 27/02 não percam... Até a próxima!

Legend: A verdade se tornará lenda - Marie Lu - Por: Lucas Ferrarezi


Como você imagina o mundo em 2130?
Belos prédios, carros voadores, equipamentos tecnológicos?...

Não é bem assim o futuro do EUA, agora conhecido como República, todos os cidadãos vivem sobre regime do novo governo, do qual considerando os outros como Colônias e intitulando como “rebeldes”. Após varias catástrofes mundo agora é outro, foi assolado por guerras, disputas constantes de território, comida e poder, além da pobreza e a miséria dos mais pobres uma doença está matando famílias, assombrando bairros mais pobres da República...
Ao completar 10 anos os jovens devem ser submetidos ao teste, uma prova que irá medir sua capacidade mental e física, sendo classificado de acordo com a sua nota, quanto maior for, melhor será seu prestigio, como uma boa universidade e trabalhando junto à República, mas quem não se sair bem no teste, não terá reconhecimento, destinados a ter um ensino simples e trabalhos inferiores.


Legend começa com a narração do Day, um jovem de 15 anos, muito astuto, ágil e perspicaz, tido como criminoso mais procurado acusado de vários outros crimes. Ele vem de uma família muito pobre, que vive no subúrbio da República, ainda muito novo fugiu após ter realizado o seu teste, agora sobrevive nas ruas como pode e ainda assim ajuda sua família a se manter com algumas ajudas secretas, pois eles acreditam que ele está morto, é melhor assim. Quando estava nos becos a procura de comida Day, encontra uma jovem, desolada naquele lugar, mas ela acaba se tornando a melhor amiga dele e companheira de suas aventuras.
June uma jovem considera uma pródiga, muito talentosa na escola, conseguiu atingir a nota máxima no teste, sendo a única, isso lhe deu a oportunidade de ir para a melhor universidade da Republica. Com apenas 15 anos se destaca entre os outros veteranos mais velhos, tirando sempre nota máxima, mas isso nunca é o bastante ela sempre quer explorar seu limite, mas acaba sempre quebrando alguma regra e tornando a inconsequente e irresponsável. Perdeu muito cedo seu pai e sua mãe, deixando sobre os cuidados de seu irmão Metias, seu irmão mais velho que trabalha para a República, sendo seu maior exemplo.
Mas a vida de ambos vai mudar e se interligar... após Day descobrir que seu irmão está com a praga, ele fica atormentado e tenta desesperadamente conseguir o antidoto para ele, sem dinheiro e nem tempo Day invade um hospital em busca, mas não os encontra... frustado e sem um plano, ele acaba se machucando ao pular do prédio do hospital numa altura de 3 andares, ao tentar fugir se depara com soldado da Republica, encurralado Day o ataca com a sua faca e então foge pela rede de esgoto.
Logo em seguida June se depara com a noticia que ira mudar o seu mundo, seu irmão a sua única família foi morto e o principal suspeito é o Day, a partir daquele dia ela faz uma promessa a si mesma que ela vai fazer de tudo para encontrar o assassino de seu irmão e o fazer pagar por isso! Muita coisa está por vim tanto para June quanto para Day, o destino reserva muita coisa...


Eu gostei muito desse livro, descobri-o em 2013, um pouco depois do lançamento, mas acabei relendo para me lembrar dos detalhes e continuar a saga, que acabei comprando no Black Friday, a nova edição da Rocco – tudo pela capa nova que achei extremamente bonita –. O que me chamou atenção no livro foi principalmente por ele ser outra distopia, mas ele acabou sendo mais intenso do que eu imaginava, apesar dele ser bem curto. Estou ambientado com narradores diferentes, nesse caso ela criou duas personalidades distintas e ao mesmo tempo parecidas, além de apresentar dois narradores personagens (Day e June), usando cada capitulo um narrador, mas além disso ela usa fontes diferentes e de acordo com o personagem, Day é mais informal e despojada, já a da June é formal e seria. É simplesmente incrível, já está é um dos meus livros favoritos. Ainda mais se você já tenha lido Jogos Vorazes ou Divergente, vai adorar Legend.

Bom mais uma resenha feita desculpem por não ter postado nada na outra semana, mas como era Carnaval, me dei uma folguinha... Até a próxima.

Jogos Vorazes - Suzanne Collins

Galera, apesar de o Lucas Ferrarezi já ter resenhado a série aqui no blog, resolvi resenhar um a um, já que estou lendo, dessa forma os leitores terão mais opiniões quanto a série.

Primeiramente gostaria de deixar claro que essa é a primeira vez que tenho a experiência de assistir o filme antes de ler o livro, e poder dizer que o filme retrata muitíssimo bem o livro.

Em uma nação (Panem) onde a maneira de demonstrar poder sobre os mais carentes é através dos jogos vorazes (Competição anual transmitida pela TV - onde é selecionado um garoto e uma garota de cada distrito, jogos esses, onde os participantes são obrigados lutar até a morte, e até que reste apenas um vencedor), Katnis Everdeen (personagem principal) após ter se oferecido como tributo no lugar de sua irmã, mostra no decorrer do livro quão capaz é de enfrentar tudo e todos com garra, só que apenas garra não será suficiente para vencer;

"... é de costume dos jogos refletir o que mais identifica o distrito..."

(são 12 distritos, cada um deles identificado por alguma peculiaridade, o de Katniss é o Distrito 12 - caracterizado pelo minério)


Durante o jogo, Katnis fica pensando como será o fim do jogo, já que terá que matar Peeta, um garoto do mesmo distrito que o seu, que lhe fez um grande favor lá fora e que até o momento ela não teve chance de o retribuir.
Só que como tudo pode mudar, ela se surpreende com algumas mudanças do jogo, tornando a obra ainda mais fascinante.
Katniss, é apaixonada por Gale um amigo que deixou fora dos jogos, fator esse que fará seu coração ficar balanceado quanto a seus sentimentos.

Bom, ganhei o box dos Jogos Vorazes de natal da amiga Denise e adorei ler o primeiro, em breve a resenha dos próximos Em Chamas e A Esperança!!!

Nova parceria - Madras Editora: Selo: Madras Teen

Oi lindos leitores sei que estou um pouco sumida por conta dos feriados carnavalescos, mais estou de volta já e com uma notícia pra lá de espetacular: Temos um novo selo editorial como parceria para o blog, novas resenhas, novos sorteios, tudo com um único objetivo, agradar aos leitores e seguidores do Faces de Uma Capa.
Fato muito interessante é que alguns dos autores parceiros do blog assinaram contrato com a editora.
Conheça a Madras!



Maze Runner - James Dashner - Por: Lucas Ferrarezi

Já sonhou algo estranho? Como acordar em um lugar diferente, completamente esquisito da sua realidade.
Então imagina acordar num elevador de carga escuro em alta velocidade, com barulhos estranhos, e pior sem saber de nada, onde você está, quem é você... a coisa mais simples, o seu nome... Bom isso não é um sonho para Thomas...
Foi isso que aconteceu com ele, foi largado em “caixa” e submerso num lugar completamente diferente, com garotos mais velhos e mais novos que ele, Essas pessoas chamam esse lugar de Clareira, e se intitulam de Clareanos, nesse lugar, eles buscam fazer cada um sua própria atividade para beneficiar a todos, trabalhando todos em conjunto.


Aos poucos Thomas vai lembrando das coisas, como seu nome e algumas lembranças do passado, muito vagas e praticamente inexistentes, como se o passado dele não existisse, nem seus pais, família, amigos... nada!

Thomas tenta conhecer melhor o lugar que foi confinado a viver, com a ajuda de Newt e Chuck que o ajudam a fazer as funções, mas nada que ele faz o agrada... é então que ele descobre o labirinto.
Todo dia de manha o labirinto é aberto aos “Corredores”, ele percorre todos os dias o lugar para memorizar e mapiar o labirinto, retornando antes do anoitecer pois é quando os portões se fecham e os Verdugos – criaturas nojentas e asquerosas, metade animas, um tipo estranho de lesma, que foi geneticamente modificada, com pedaços robóticos, como agarras, patas e ferroes – são soltos.



Thomas percebe que ele pode fazer isso, é como se ele já tivesse visto aquilo. Mas logo descobre que não é qualquer um que pode ser um Corredor, tem todo um treinamento antes, sem desanimar ele segue com os treinos, com orientações do Minho, um Corredor veterano.

Quando tudo parece se normalizar, algo incomum acontece, a Caixa está de volta, sendo que ela tem um período certo para regressar com suprimentos e novos integrantes, só que dessa vez ela veio antes da hora. Para todos isso é completamente novo e confuso... assim que a Caixa se abre, todos são surpreendidos, pelo fato de que não é um garoto que está na caixa e sim uma garota...  que ao acordar e antes de desmaiar novamente, sussurra um nome... Thomas...
Ele nem imagina o que o espera, o que tem por trás da dessa garota estranha... o que realmente tem por trás do labirinto... são tantas perguntas...

Descobri esse livro bem antes de lançar o filme, e logo depois comprei ele, só que acabei deixando ele na estante e lendo outros livros, quando chegou a vez dele faltava uma semana para a estreia do filme (odeio assistir o filme e depois ler, acho estranho, não consigo tirar a versão do filme da cabeça...), então comecei a ler achando que não iria conseguir terminar antes da estreia do filme, mas eu fui mais rápido do que eu imaginava, em menos de 5 dias li o primeiro livro todo. 
Não foi por presa, mas sim por curiosidade, empolgação é isso que o livro desperta em você, James Dashner conseguiu transmitir um incrível suspense em seus livros, pois ele revela fragmentos da histórias aos poucos, e quanto mais você se aprofunda nela, mas coisas são reveladas e mais segredos são deixados a encargo do leitor descobrir. E se você pensa que no final do livro ele vai revelar o que está acontecendo, você está muito enganado... ele te fez querer “devorar” todos os outros livros dele, que foi o que aconteceu no meu caso.
Esse foi um dos livros que me prendeu do começo ao fim, que me fazia ficar pensando na história, querendo descobrir o que iria acontecer. Eu realmente fiquei surpreso com final desse livro, eu desconfiava de algumas coisas, mas mesmo assim fui surpreendido. Eu recomendo a todos que leiam os livros, porque vocês não vão conseguir parar no primeiro, eu garanto!

Esse é o livro da semana espero que vocês gostem, semana que vem têm mais resenha. Até mais!


Formaturas Infernais - Mag Cabot; Stephenie Meyer; Michele Jaffe; Kim Parrison; Lauren Myracle




Poxa, é tão ruim ter de falar "mal" de um livro o qual esperava tanta coisa, mas, faz parte.
Bom o livro Formaturas Infernais, me decepcionou um pouco, tendo em vista que ao olhar sua capa belíssima, sua sinopse maravilhosa e comentários positivos sobre ele, confesso que imaginei que iria gostar muito, no entanto, me surpreendeu demais me decepcionar.
Acredito que talvez não esteja no momento propicio para lê-lo, sei lá, espero que alguém possa me dizer ao contrário desse livro.







O livro é dividido em cinco contos, cada um deles referente a uma criatura do terror (Drácula, Vidente/Cartomante, Morte, Criatura com Superpoderes e Demônio) cada um com sua peculiaridade, afinal, cada um é escrito por uma autora. Apesar de serem estilos muito parecidos, cada uma da seu tique especial ao conto.

"... Longe de vestidos de gala delicados e cor de rosa... você vai descobrir que a formatura pode ser tão divertida quanto ameaçadora..."

Por se tratar de contos, as histórias são bem curtinhas e fáceis de ler.Foi uma parceria muito bem feita entre as autoras.







Diante a tantas reflexões, cabe ao leitor saber que:


"... É preciso muito cuidado com o que se pede, pois pode tornar-se realidade..."


E ai o que esperar de sua formatura???

Entrevista - Monique Bourscheid (Blog Monique Bourscheid) - 13 anos

Monique Bourscheid, 13 anos, apaixonada por moda e literatura.
Super envolvida no mundo da moda e atualmente está com planos para seguir carreira de atriz, além disso, é amante de leitura.

"... Comecei amar os livros com 6/7 anos de idade, e a partir desse momento, sempre frequentei muitas bibliotecas..."

A seu ver a leitura além de agregar conhecimento, ajuda na carreira profissional, amplia o conhecimento e o vocabulário.

Sua leitura atual é o livro O mercador de Veneza (William Sahkspeare).

No entanto, seu livro favorito no momento é o livro A Seleção (Kiera Cass) livro já resenhado aqui .

"... eu me sinto dentro do livro. Tem muita imaginação ao longo da trilogia, mas ao mesmo tempo é realista..."

Se pudesse escolher ser uma personagem, Monique escolheria ser a Elsa de Frozen ou a Batwoan, por terem muita personalidade.


Quando ao Blog Faces de Uma Capa "... é um blog ótimo, muito bom pra quem tem interesse em livros. Sempre acompanho as novidades..."

Deixo aqui um vídeo pra quem quiser conhecer o lado modelo/atriz da monique:










Criado com sete anos de idade, com o intuito de falar sobre séries, televisão, bonecas e coisas que criança gosta, já que Monique sempre gostou de escrever.

"... é legal ter um blog, ainda mais quando vem alguém e me diz "Nick, eu amo seu blog!", é incrível ter reconhecimento do meu blog. E eu amo expor minha opinião, mostrar o que eu aprendi em 13 anos de vida hahaha."

Damas - Nan Soares

Damas é mais um livro da editora parceira Metanóia, um livro que dá pra ser lido em menos de duas horinhas, no entanto é muito gostoso e divertido e melhor ainda, sua leitura flui de maneira fácil. Mesmo sendo um livro de rápida leitura, ele traz muito conteúdo além da história em si.
",,, remete a um cotidiano sexual. Ao pecado cometido diariamente. Entretanto, nós o fazemos de forma errada... Com quem quer que seja... encontra liberdade para cometer o mesmo pecado cotidiano de forma correta..." (Marianna Kiss)

O livro narra de forma poética várias relações, em suas várias faces, da mais singela, até a mais "quente".

Uma mulher cheia de relacionamentos, pelo qual se orgulha a todos os dias, tendo como explicação a Poesia e a escrita.
Dentre tantos de seus poemas, resolvi deixar um trechinho de um dos que mais gostei pra vocês lerem:
"... O quanto antes, rir, brincar, partilhar as emoções da vida 
para que a vida sempre valha a pena..." (Marianna Kiss).

Uma mulher que talvez alguns pensem que "brinca com coisas sérias", no entanto só quer viver a vida ao máximo antes que ela acabe. Acima de tudo, o livro mostra que, não importa se você é a Beta, a Lívia, a Joana ou a Mariana, mais seja você e não deixe de ser feliz.

É um livro sobre Homoafetividade e narra o sexo de "forma poética", onde 
 "nudez passa a ser nosso melhor vestido..."

Essencial - Paula Oliveira


De tantos livros brasileiros já lido, esse me surpreendeu, tanto por sua espontaneidade, quanto por parecer tão real cada momento narrado pela autora.
Um livro que ao mesmo tempo que é romântico, apresenta pinceladas de erotismo e lutas de vida.
Cheio de sentimentos, ao mesmo tempo em que está feliz pela história, fica triste com os acontecimentos, mais seu encerramento é espetacular e divino.

"O essencial é visível aos olhos e você é essencial para mim."


Assim foi esse livro pra mim, essencial para mim enquanto leitora, afinal, além de me levar a um outro "mundo", me fez recordar momentos que já passei em minha vida. O livro será publicado por uma editora em breve, motivo este que faz com que não só sua autora, mais também seus leitores estejam muito felizes!!!

Nicolle (personagem principal) parecia ser apenas mais uma personagem comum, além de dançar ela tinha algo diferente da maioria das garotas e personagens dos livros atuais, sua mãe, seu padrasto, sua "irmã", e sua amiga Vick eram as pessoas mais importantes de sua vida, cada um deles preenchia o vazio que existia em sua vida de alguma forma.


O que ela não esperava era encontrar alguém que voltaria a abalar sua vida de alguma forma em uma mudança de casa. Dylan (personagem principal) é capaz de fazê-la refletir e ver como tudo na vida tem seu lado positivo.

"Nem sempre podemos ter tudo da maneira que queremos, 
mas sempre temos que aprender a lidar com o que temos..."

Enfim ela muda, no entanto o que jamais poderia imaginar acontece, após três anos o destino os coloca frente a frente novamente, no entanto o que parecia a três anos atrás perfeito parece bem diferente, afinal muitas coisas mudaram, resta saber se ambos são capazes de enfrentar as diferenças e problemas de cada um,

"Eu me apaixonei pelo cara da mudança há três anos, quando eu tinha dezessete anos. Nessa idade é muito fácil se apaixonar, mas agora com vinte, percebi que ainda continuava fácil... Me apaixonei por ele pela segunda vez... Ao mesmo tempo em que eu não quero chegar perto, é como se precisássemos um do outro..."


E de fato, com o decorrer da história é possível perceber que um precisa do outro, o difícil é admitir.


Uma coisa muito bacana é que a autora Paula Oliveira menciona várias músicas que eu não conhecia e ainda fala do livro O Pequeno Príncipe na história.







Além de Dylan, Nicolle tem alguns admiradores secretos que vão sendo desvendados no decorrer da história, que torna a história ainda mais divertida e gostosa de ler, ainda mais porque tais personagens se tornam "admiradores" de seu romance com Dylan e acabam dando um empurrãozinho para que talvez aconteça.

Deixo aqui uma música citada na melhor parte do livro (que fique claro que coloquei uma versão nova que não a do Bruno Mars pra apresentar a vocês um grupo musical maravilhoso) e em seguida uma reflexão para a vida e para a leitura.


E pra você o essencial é "visível ou invisível" aos olhos??? Tente descobri com essa maravilhosa história de Dylan e Nica.

[Estranho Mundo das Séries] - The Flash - Por Lucas Ferrarezi


Acho que todos conhecem o Flash ou pelo menos já ouviu falar dele, mas, você sabe quem são os vilões que ele enfrentou ao longo da sua vida de super-herói? E como ele conseguiu seus superpoderes? E qual sua verdadeira história?
São essas e outras perguntas que você se faz quando vê ele num desenho, quadrinho e afins, pois é, essa série irá responder isso e muito mais.
O jovem Barry Allen é funcionário da Polícia Científica da Fanville, quando criança sempre adorou química e não era assim uma pessoa tão pontual, sempre se atrasando para os compromissos.


Ele acabou presenciando a morte de sua mãe e o principal envolvido nisso era seu pai injustamente acusado de morte, ele acabou preso. Após o incidente Barry é adotado pela família de Joe West, um detetive da polícia da cidade, sendo criado junto com a sua Iris West. Sendo que isso que o incentivou a tornar-se um grande perito, pois existem provas do verdadeiro assassino de sua mãe, o que Barry viu no dia foi um grande raio, com aparência humana que assassinou a sua mãe, mas essa descrição não impediu que fosse preso, por isso ele busca de qualquer forma indícios que apontam para o incidente.
Barry estava numa apresentação quando um incidente no equipamento que acelera partículas acaba vazando algum tipo de radiação na cidade inteira, como se isso não fosse suficiente, uma tempestade cai na cidade e um raio acaba acertando ele em seu laboratório, além do raio o atingir, destrói todo seu laboratório e faz com que produtos químicos caiam em cima dele. Ele acorda depois de um longo coma, diferente ele ainda continua como ele é sem nenhuma sequela, mas algo dentro dele está diferente, como se o mundo andasse devagar e ele rápido demais, é quando ele descobre seus poderes, a sua super velocidade, a sua super velocidade.
Descobre também que é o criador do acelerador de partículas que lhe causou isso, o Dr. Harrison Wells, dono da S.T.A.R., e criador do acelerador. Mas coisas estranhas começam a acontecer nas cidades, Barry acaba descobrindo que a radiação não afetou somente a ele, mas também à algumas pessoas que acabam usando esse super poder para o mal, ele então se vê incumbido de proteger a cidade, dos criminosos, com a ajuda da equipe da S.T.A.R. e dos seus amigos, tornando-se assim o Flash.

The Flash está sendo um enorme sucesso em todo o mundo e principalmente no Brasil, lançada recentemente em Outubro de 2014, e já com a sua Segunda Temporada garantida, de tão grande seu sucesso, atualmente, se encontra na Primeira Temporada 11º Episódio.

Gostei muito da série, é bem dinâmica, inteligente e descontraída e é claro VICIANTE!
O ator Grant Gustinque, que interpreta o Barry Allen, o Flash sem sombra de dúvidas é perfeito para o papel, ele se encaixa perfeitamente com o personagem, foi como se ele nascesse para fazer esse papel.
Com uma história bem elaborada e desenvolvida. Não gira somente em torno do personagem principal, mas também de todos os outros personagens, tendo enfoque em cada um deles, mas é claro que a história não perde seu sentido e nem seu enredo.
Outra coisa que achei bem interessante é a junção da série The Flash com a série Arrow, duas grandes séries com o mesmo universo. Criando uma ligação e uma união de fãs, pois quem gosta de um, é quase certeza que vai acompanhar ou assistir a outra,


Bom gente, essa é a minha segunda resenha do Estranho Mundo das Séries, espero que gostem e daqui a pouco tem mais! Até a próxima...

Bruxos e Bruxas - James Patterson - Por: Lucas Ferrarezi

James Patterson um grande escritor de vários best-sellers, sendo eles de diversos segmentos tanto romances, como suspenses e até policial, escrito também por Gabrielle Charbonnet. Mas essa é uma nova vertente para ele, a distopia, se tornando um grande fenômeno entre os jovens e adultos do mundo todo.
[O livro] Imagina você acordar no meio da noite, sendo brutalmente retirado da cama por soldados que afirmam que você pratica bruxaria, sendo intitulado de Bruxo, ou Bruxa, como você iria reagir?
Foi isso que aconteceu como os irmãos Wisteria e Whitford Allgood, apesar de seus nomes estranhos, eles são dois adolescentes comuns, que frequentavam o colégio e tinham uma vida normal, até que uma noite eles acordam com o barulho de pessoas invadindo a sua casa, na verdade soldados, assustados sem saber o que está acontecendo e anestesiados com o ocorrido são arrastado para fora dos seus quartos, à única explicação que eles recebem é que estão sendo presos por serem bruxos, os dois.
Sem saber o que está acontecendo, tentam buscar ajuda com os seus pais, que estão muito abalados e sem saber o que podem fazer, lhe entregam para a Wisty uma baqueta, e para o Whit um diário.
Eles ficam confusos e são retirados de casa e jogados em um caminhão como dois criminosos. Mas ainda muita coisa estará por vir, eles vão descobrir que o governo caiu e quem assume o controle é a N.O (Nova Ordem) e o responsável por isso tudo é o Único que é único, o novo líder o “único”.
O livro é narrado tanto pela Wisty (uma adolescente rebelde de 15 anos, não é uma boa aluna e muito menos disciplinada) quanto pelo Whit (irmão mais velho, popular na escola e capitão do time de basquete da escola) isso te da à visão dos dois personagens da história, no começou eu achei meio estranho ter dois narradores, com opiniões diferentes visões diferentes, mas ao longo do livro, você acaba acostumando, e nem precisa ler quem é o narrador para identificar. 
O livro retrata muito bem uma distopia da nova ditadura regida por uma pessoa tão cruel e impiedosa, que retira a liberdade de expressão, internet, livros, filmes, música nenhuma forma de se expressar tendo que seguir as regras impostas pelo Único.
E todas as crianças e adolescente até os 18 anos são suspeitas de bruxaria, sendo retiradas de suas famílias e aprisionadas em um “clinica de reabilitação” onde são torturados, mas algo está por vir...
Um ótimo livros pra que gosta de aventura, suspense e muito ação, esse é primeiro livro de mais 4 três já lançados e o ultimo ainda sem previsão, vale muito a pena acompanhar os irmãos Allgood.
Esse é o livro da semana, se gostou e quem já leu comenta aqui, até semana que vem!

Entrevista - Flávia Andrade - 17 anos (Autora)



Pra dar início ao primeiro Book Tour do Blog, nada mais justo que fazer uma entrevista com ela, Flávia Andrade,  17 anos, autora de Natasha livro muito bom, já resenhado aqui no blog.




"... a literatura é uma maneira de viajar... é o que tira de todos os problemas ao redor, nem que seja para entrar nos problemas dos personagens... Além disso, a leitura é cultura ... primeiramente por que tira da ignorância... e com isso trabalha sua mente, sua interpretação, sua imaginação. Mexe com tudo dentro de você, e, as pessoas se transformam de dentro pra fora."



Seu primeiro livro lido foi o famoso Pollyana (Eleanor H. Porter).



"... ganhei da minha mãe com uns dez anos... Acho que é uma narrativa que qualquer criança deveria ter para adentrar nesse mundo de leituras, têm inocência, tem otimismo, tem personagens cativantes..."


"... poderia dizer que Pollyana é meu livro favorito por ter sido o primeiro livro que li... Mas seria triste deixar Dom Casmurro (Machado de Assis), Hollywood (Charler Bukowski), Leite derramado (Chico Buarque), todos esses para trás. Cada um com sua particularidade se torna favorito para mim em alguma hora..."



Sua atual leitura é o livro Clube de Luta (Chuck Palahniuk) que "embora já saiba boa parte do fim, estou com uma expectativa enorme, já sei que é impossível ser ruim pra mim..."





Se fosse escolher ser um personagem, ela escolheria Henry Chinaski "... aquele que está em tantos livros do Bukowski (o que é basicamente ser ele mesmo, por causa de todo caráter auto bioráfico).


O Faces de Uma Capa:


"É um blog de conteúdo e iniciativa. Tem se preocupado com a literatura nacional atual, tem feito projetos excelentes. É um grande passo sendo dado..."



Seu Livro: 
Seu livro Natasha, foi inspirado na música de mesmo nome, do Capital Inicial. 
"Aquela personagem da música, precisava ficar eternizada em um romance também..."

Existe de fato os personagens Natasha e Paulo?
Existe um pouco deles em muita gente que estava ao meu redor... tudo é inspiração... Mais o mais importante é que depois da publicação eu comecei a conhecer muitas Natashas que se identificaram com o romance, muitos Paulos também. É isso que acho incrível.