Delenda e o vale dos segredos - Amanda Reznor

Oi amorecos, conforme prometido, hoje trouxe uma resenha nova, da nova parceira Amanda Reznor (Seja Bem Vinda Amanda), espero que gostem.

E se você herdasse uma mansão o que faria?
Pois é exatamente isso que Cláudia Blaise uma jovem, que vive com a avó Geórgia, com uma pensão deixada por seu avô, terá de decidir, ao completar 18 anos.

"... uma surpresa está para alterar todo o rumo de sua vida. Mas o que vem disfarçado de um presente tentador pode ser, na verdade, uma cilada de encantos, mistérios e morte...".

Georgia, lhe esconde muitos segredos, que começaram a ser descobertos após sua morte. Além disso, seu vizinho Klaus lhe entrega um embrulho, deixado por seu avô Alfredo, embrulho esse que também trará inúmeras descobertas na vida de Cláudia.
A partir de então, ela resolve ir atrás da tal herança localizada no Vale dos Segredos e se surpreende, seja pelo fato de várias pessoas saberem seu nome, e informações que nem mesmo ela sabia, ou ainda acontecimentos inexplicáveis como desmaios inesperados, vultos, rato morto a mordidas, ervas usadas na comida para dormir e com outros efeitos, lobos em tamanhos desproporcionais, mortes inesperadas e um espelho encontrado no porão da mansão, que pode ter sido a causa de problemas no passado e quem sabe até mesmo do presente.

"Esta mansão foi sendo passada adiante, e assim como você a recebeu de herança, ela já havia sido herdada por outras pessoas...".

Ao encontrar o tal espelho, ela descobre a inscrição Delenda atrás dele, e sai em busca do significado de dessa palavra "Delenda é destruição... Mas destrói o que?...".


Além de todos esses acontecimentos, existe um triângulo amoroso, entre Maria, Eduardo e Maurício, que também será alvo dessa destruição, fazendo com que Cláudia seja acusada de ter matado Eduardo, que foi encontrado morto na Biblioteca da mansão.

"Ela quis novamente chorar. Aquela noite parecia testar toda a fé e ceticismo que ela acumulava durante a vida. Eram tantas perguntas... Cláudia queria saber tanta coisa... O que o espelho faz? Porque Maria me atacou? Onde está minha mãe?... ".

E esse mistério todo é o que vai sendo descoberto no decorrer da história.

Trata-se de um livro escrito de forma extremamente pensada, afinal, a autora fez o uso de palavras rebuscadas e cultas, não lidas costumeiramente em livros da atualidade, com um vasto número de personagens que embora tenham sido colocados em uma árvore genealógica no início do livro, se não lido com calma pode ser deixado algum detalhe de lado, ou dar aquela sensação de não entendimento de quem é quem.
Algo que não me agradou muito foi que em algumas partes do texto, a fonte das letras mudavam (quando eram cartas, recados etc.) chegando a ficar uma leitura difícil, além disso, achei que as imagens de início de capítulo poderiam ter sido mais "legíveis" talvez se fossem coloridas. No mais, achei a obra um espetáculo e cheia de mistérios, daqueles que fogem do que você imagina que vai acontecer, além disso, a autora soube detalhar cada um dos personagens e cenários, se preocupando até em colocar um mapa da mansão, facilitando um melhor entendimento do que havia sido lido (eu colocaria logo de início a fim de facilitar a vida do leitor).
Poucos são os livros que me fazem recordar algo da infância e este, me fez lembrar do jogo das pedrinhas, que joguei muito quando era criança:

"Assim: você joga uma pra cima, pega a que tá no chão, joga outra, pega mais uma..."



Concordo plenamente com o que a autora diz na introdução do livro e recomendo a leitura aos que curtem mistérios, sem clichês:

"... quero dizer que o que você vai ler... é diferente de tudo o que já viu..."

2 comentários :

  1. *----*

    Adorei a resenha!! Muito obrigada por todos os pontos que você citou... E, sim, como o Delenda foi minha primeira publicação de livro solo, eu aprendi muito com isso, e estou readaptando o meu estilo para trazer um livro melhor escrito e mais fácil de ler no segundo volume, Castelformia, que é independente desse primeiro, porém trará algumas continuidades contextuais.

    O blog está muito foto e bem organizado, é um prazer ter esta parceria com você, e que venham as futuras! xD

    bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amanda, como já mencionado anteriormente, são palavras como as suas que me motivam à continuar.
      Obrigada pela visita, que nossa parceria seja por muitos e muitos tempos!!!

      Excluir

Deixe seu comentário