[Por trás da poltrona] - O Impossível - Por: Lucas Ferrarezi

Quem não gosta de tirar férias? Todo mundo gosta ainda mais quando acompanhada de uma viagem para um lugar incrível... Mas não temos controle no que ocorre ao nosso redor e podemos ser surpreendidos quando menos esperamos.


A resenha de hoje é de um filme um pouco antigo, lançado em 2012, mas toda vez que eu assisto eu me emociono e fico tocado com a história. Conta com atores respeitados como Naomi Watts e Ewan McGregor. O filme se baseia numa história real da qual foi transcrita e adaptada para os cinemas. O Impossível foi indicado para o Oscar de melhor atriz, o Globo de Ouro de melhor atriz em filme dramático, disputando o prêmio a Naomi Watts entre outros.
O filme foi dirigido por Juan Antonio Bayona, um diretor espanhol que soube representar majestosamente o tsunami que devastou diversos países, com maior intensidade na Indonésia, Índia e Tailândia, deixando milhares de mortos, feridos e desaparecidos.

No avião, rumo às férias, o casa Maria e Henry estão discutindo a respeito de terem ou não ligado o alarme de sua casa, ainda preocupados com a sua rotina, mas assim que chegam na Tailândia estão prontos para aproveitar as férias com seus filhos, Lucas, Thomas e Simon.

Quando chega o natal como de costume na Tailândia eles acendem milhares de balões que são soltos no ar para simbolizar a libertação dos problemas e preocupações, também simbolizando o envio dos desejos ao céu, esse é o incrível Festival de Luzes.


Depois das celebrações a família está aproveitando o maravilhoso resort onde estão hospedados curtindo a piscina, quando Maria percebe algo estranho, vibrações e um barulho estranho, é quando surge uma gigantesca onda que está varrendo todo o lugar; a única coisa que ela pensa é em sua família antes da onda os atingir. Com o enorme impacto ela caba se ferindo nos escombros, mas assim que emergir dos destroços ela busca algum sinal dos seus filhos e do seu marido.

Após muito gritar e procurar ela encontra seu filho mais velho Lucas, ela faz de tudo para se aproximar de seu filho para que eles permaneçam juntos, eis que surge a segunda onde ainda maior e mais forte que a primeira. Maria e Lucas mergulhão para tentar se proteger da onda e acabam se contundindo e se ferindo ainda mais e são levado ainda mais longe do resort. Assim que eles voltam a superfície Lucas possui só algumas escoriações, mas, Maria está com sua perna perfurada e seu peito, ambos sagrando muito.

Como eles são sobreviver sem água, comida e ainda mais feridos. Maria não pode deixar seu filho sozinho nesse lugar desconhecido e que não entendem sua língua, ainda mais agora que eles não sabem se o restante se sua família sobreviveu ao desastre...

Essa semana resolvi diferenciar um pouco dos outros filmes que eu costumo assistir e escolhi um drama, extremamente forte e impactante como esse. Só tenho a dizer que esse filme é muito bem dirigido, conta com uma linda fotografia e os lances do filme são tocantes e ao mesmo tempo lindo. Pra você que ainda não assistiu e não conhecia recomento esse filme e pra quem já assistiu outra oportunidade de assistir esse incrível filme.
Espero que gostem dessa resenha, se gostaram comenta aqui e não se esqueçam de compartilhar a resenha. Até a próxima...
Lucas F.

E NÃO PERCAM O SORTEIO QUE VAI AO AR AMANHÃ!!!

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu comentário