Magimakia: a busca por Merlin - Rafael Lovato

Amorecosss, hoje trago a resenha do livro Magimakia: a busca por Merlin, um livro que muito me impressionou, seja por sua história repleta de conhecimento, ou, pela maneira tão clara e divertida que o autor trata de assuntos relacionados à magia e ao mundo fantástico, trazendo uma linha tênue de lembrança dos livros do Harry Potter (J.K. Rowlin).


Rafael Lovato, escreve com destreza e clareza, tornando a história muito gostosa e interessante, no entanto, confesso, que talvez por eu não ter um conhecimento refinado sobre magia, senti falta de algumas explicações no decorrer da história - No meu caso, eu tenho conhecimento de pesquisa e fui atrás de algumas dúvidas, mas um leitor que não tenha, talvez desista da leitura, por achar que não está conseguindo entender, porque o que ás vezes parece obvio pra um (ex: quem é Merlin, o que ele fez ou deixou de fazer) nem sempre é para o outro.

Nessa narrativa, Rafael Lovato conta sobre seu primeiro contato com um Goblin, que o incumbiu de traduzir três livros sobre Magimakia, a fim de mostrar toda a história ao mundo.

“... A primeira vez o Goblin me contatou, e jurei que só podia ser brincadeira... ele insistiu em me apresentar uma história ‘fantástica, fabulosa e estupenda´...”.

Nessa jornada, ele conta a história de Oliver, um garoto de 15 anos, pequeno, vítima de bullying na escola e apaixonado por uma garota que nem sabe que ele existe. No entanto, sua vida muda do dia pra noite, com a chegada de um Goblin anão, que acompanhado de um Troll gigante o sequestra e o leva a um mundo até então desconhecido, o mundo da magia, onde tudo o que acontece parece ser um sonho, fazendo com que ele sinta falta de sua família, amigos e até mesmo da prova de matemática que iria fazer no dia seguinte.

Chega lá e recebe a seguinte notícia: “a situação dos magos e bruxas vai de mal a pior... Sem o tão esperado retorno de Merlin Drake, não se reestabelecerá o poder total da energia azul dos magos, não restando qualquer dúvida de que se tornarão alvo fácil para a conquista da escravidão... Atenção, atenção meus queridos... a Magimakia vem aí, e trará morte como convidada de honra!”.

E com essa notícia, o que era desconhecido, passa a ser ainda mais, afinal, até então para ele nenhum desses seres fantásticos existiam de fato, nem os tais portais mágicos, que os transportava para lugares diferentes a cada momento.

                   “...Sério, já tô cansado dessa história de acordar em lugares estranhos...”

A história toma um rumo completamente diferente e mais assustador ainda para Oliver, quando lhe é informado que ele é o único descendente do mago Merlin Drake (ordem dos magos), desaparecido há mais de quinhentos anos, no entanto, ainda vivo em algum lugar que somente ele poderá chegar e quem sabe salvar o mundo e sua própria vida.

“Para quem ainda não conhece, esse é o mais novo mago da Ordem, Oliver Drake, filho do saudoso James Drake e responsável pelo descobrimento do mausoléu de Merlin!”.


Quem curte seres mágicos vai amar essa história, cheia de bruxas (e pasmem bruxinhas super simpáticas e do bem), dragõezinhos, gobblins, trolls e outros mais lindos que o outro.

Devo admitir que o Sr. Rafael Lovato me impressionou com um final, que, embora eu já esteja na fila pra ler o próximo, foi sensacional, ainda mais quando o Gobblin volta pra ver se ele já traduziu tudo e tem a seguinte resposta:

“... – Ok, ok... vamos publicar o que você já traduziu.
- Se me permitir apontar; não penso que isso seja uma boa ideia... os leitores vão querer saber a história completa...”.

4 comentários :

  1. Olá Grazi, achei bem legal o enredo do livro e talvez o autor pudesse ter usado de notas de rodapé para ajudar os leitores que tem menos conhecimentos sobre o assunto. Vou procurar o livro e se tiver chance pretendo lê-lo *-*

    Visite "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jéssica, realmente é um enredo muito bom, e de repente, a nota de rodapé fosse uma excelente saída mesmo.
      Obrigada pela visita, volte sempre ^.^

      Excluir
  2. Anônimo5:33 PM

    Rafael Lovato escreveu: OLá Grazi, adorei sua resenha. Que bom que gostou do livro. Quando escrevi a história eu de fato direcionei ele um pouco mais para o público de jogadores de RPG e e MMORPG, usando conceitos conhecidos no mundo dos games. Ainda assim, tentei escrever de modo que todos pudessem compreender e gostar do livro. Sobre as notas de rodapé, elas quebram o fluxo da leitura e por isso não são utilizadas em romances internacionais. Beijão e valeu pela resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OMG... coração dispara com comentário, mas quando é comentário do próprio autor, ai ele para por alguns milésimos de segundos!
      Lovato, estou mega ansiosa pelo volume dois.

      Excluir

Deixe seu comentário