[Por trás da poltrona] - Whiplash: Em Busca da Perfeição - Por: Cláudia Ferreira



Oi meus amorecos, ontem houve um imprevisto e não consegui postar a resenha da Cláudinha, mas ai está, espero que gostem!!!





Olá seguidores do Faces de Uma Capa! Eu sou Cláudia Ferreira e hoje eu vou falar um pouco sobre o filme de superação, força de vontade e a busca por um sonho: “Whiplash – Em Busca da Perfeição”. Estreado em 2014, dirigido por Damien Chazelle e vencedor do Oscar de melhor ator coadjuvante.

 Whiplash” conta a história de Andrew Neiman (Miles Teller), um garoto talentoso que toca bateria como ninguém, e sonha, como qualquer jovem da sua idade, tornar-se conhecido e ouvir seu nome na boca de todos aqueles que ouvirem e gostarem do seu som, como seu maior ídolo, Buddy Rich, foi.

Para começar a realizar esse sonho, Andrew treina todas as noites, para quem sabe chamar atenção de um dos maiores mestres de Jazz, Terence Fletcher (JK Simmons), e estudar na maior escola de música dos Estados Unidos, o Conservatório Shaffer. Desejo esse que acaba se realizando, e Andrew entra para a orquestra principal, e passa a conhecer não somente o melhor, mas também o mais impiedoso e rigoroso professor de jazz.
Convivência essa que não será nada fácil, pois Andrew ingressa como baterista substituto, e para se tornar o principal, ele será submetido a uma série de testes e padrões musicais impostos pelo professor, que também sonha em encontrar uma nova lenda do jazz; padrões esses que não só prejudicará o estado físico e emocional de Andew, mas também a sua relação com o seu pai e sua nova namorada Nicole (Melissa Benoist).

Whiplash” é um filme que te faz torcer, e não para que o mocinho fique com a mocinha, mas sim, para que o personagem principal continue firme e acreditando nos seus sonhos, porque a cada nova cena você se pega perguntando até quando Andrew aguentará tamanha pressão: gritos, prazos, dedos sangrando.
Um filme que fala exatamente disso: até quando e a custo de que, vale a pena continuar lutando? Com certeza o meu filme preferido indicado ao Oscar no ano de 2015, que também “fala” de música como nenhum outro! A orquestra, a trilha sonora, a apresentação final, e como tudo isso foi tão bem desenvolvido e em um filme de uma hora e quarenta minutos. Atores talentosíssimos, que se entregam de uma forma... Mágica, para os personagens. JK Simmons impecável! E Miles Teller (um dos meus atores hollywoodianos preferido) no papel principal, completamente merecido! Um longa que vale a pena ser visto e ouvido, para refletir!

Espero que tenha gostado da resenha, assista ao filme e depois me conte o que achou! 
Até semana que vem. Beijos de luz. Cláudia F.



1 comentários :

  1. Vi esse filme com minha mãe e como deu raiva do professor maluco apesar que o aluno também não "batia bem da bola". Gostei do filme, ele prende! ótima resenha!
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário