Juliette Society - Sasha Grey



"Antes de irmos adiante, vamos combinar uma coisa...
Não se ofenda com nada que ler...
Deixe suas inibições à porta...
Tudo que você vir e ouvir a partir de agora deve ficar só entre nós..."

Pois é, o que esperar de um livro que tem em sua contracapa esse pedido, feito pela própria autora Sasha Grey, para os que não conhecem ou nunca ouviram falar, é uma ex ilustríssima atriz pornô, então... (rs)... Devo-lhes dizer que caso sinta vontade de ler esse livro, deve despir-se de todo e qualquer preconceito relacionado à sexualidade, tendo em vista que quem vos falará é uma "especialista no assunto, diferente da E.L.James (Cinquenta Tons de Cinza) - jamais desmerecendo sua obra é claro.

Pra quem não conhece a Sasha Grey, ai vai uma fotinho dela, mais se procurar na internet é possível achar muita coisa sobre a atriz e escritora.


Resolvi ler esse livro, por mera curiosidade, ao ler resenhas e comentários de amigos blogueiros, e para minha surpresa, me prendi demais na leitura, já que tudo que ela escreve é um pouco diferente e novidade pra mim (rs).
Com o título e a sinopse, acabamos por nos enganar achando que Juliette será a personagem principal do livro, mas na verdade trata-se de uma sociedade ultra secreta (cheia de pessoas do alto escalão, dispostas a explorar os mais altos cúmes da sexualidade e do prazer), cheia de mistérios relacionados ao sexo, contados por Catherine (essa sim é uma personagem rs), uma jovem curiosa e cheia de fantasias secretas, até mesmo pra ela mesma (no decorrer da história é possível perceber isso claramente).
As cenas são explícitas e sem cortes (o que poderá chocar quem lê se não estiver acostumado com esse tipo de narrativa), sem romantismo algum, o que a princípio me assustou um pouco, mais tornou a obra mais instigante.
Como eu disse, pra quem curte ou espera um romance com final feliz, ou ainda, um conto erótico, não leia, ou poderá se "chocar", ainda mais com a quantidade de segredos que irão sendo desvendados até a última página.
Me surpreendi enormemente com o final da obra, ainda mais por ir pra outra vertente das obras eróticas que estão sendo lançadas na literatura hot.
Acredito que a obra veio não só com objetivo de mostrar o outro lado da sexualidade (perversidade), como desmistificar o "romance" existente nesse tipo de literatura, bem como, uma crítica à essa sociedade engessada, que ainda tem tabus quanto ao sexo e à sexualidade, e isso a autora soube fazer de forma esplendorosa.

Bom é isso ai meus amores, espero que tenha dado pra entender um pouco deste que não é uma literatura brasileira, mais, que muito instiga para ler. Até a próxima!!!

2 comentários :

  1. Oi, Grazi, adorei o blog! Muito legal mesmo!!!

    Sou a Andreza que postou aquele desabafo no grupo do face.. ;)

    bjs e já estou seguindo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lana linda, obrigada pela visita.
      O segredo é fazer as coisas com amor, que a recompensa vem!
      Beijos!

      Excluir

Deixe seu comentário