Entrevista - Flávia Andrade - 17 anos (Autora)



Pra dar início ao primeiro Book Tour do Blog, nada mais justo que fazer uma entrevista com ela, Flávia Andrade,  17 anos, autora de Natasha livro muito bom, já resenhado aqui no blog.




"... a literatura é uma maneira de viajar... é o que tira de todos os problemas ao redor, nem que seja para entrar nos problemas dos personagens... Além disso, a leitura é cultura ... primeiramente por que tira da ignorância... e com isso trabalha sua mente, sua interpretação, sua imaginação. Mexe com tudo dentro de você, e, as pessoas se transformam de dentro pra fora."



Seu primeiro livro lido foi o famoso Pollyana (Eleanor H. Porter).



"... ganhei da minha mãe com uns dez anos... Acho que é uma narrativa que qualquer criança deveria ter para adentrar nesse mundo de leituras, têm inocência, tem otimismo, tem personagens cativantes..."


"... poderia dizer que Pollyana é meu livro favorito por ter sido o primeiro livro que li... Mas seria triste deixar Dom Casmurro (Machado de Assis), Hollywood (Charler Bukowski), Leite derramado (Chico Buarque), todos esses para trás. Cada um com sua particularidade se torna favorito para mim em alguma hora..."



Sua atual leitura é o livro Clube de Luta (Chuck Palahniuk) que "embora já saiba boa parte do fim, estou com uma expectativa enorme, já sei que é impossível ser ruim pra mim..."





Se fosse escolher ser um personagem, ela escolheria Henry Chinaski "... aquele que está em tantos livros do Bukowski (o que é basicamente ser ele mesmo, por causa de todo caráter auto bioráfico).


O Faces de Uma Capa:


"É um blog de conteúdo e iniciativa. Tem se preocupado com a literatura nacional atual, tem feito projetos excelentes. É um grande passo sendo dado..."



Seu Livro: 
Seu livro Natasha, foi inspirado na música de mesmo nome, do Capital Inicial. 
"Aquela personagem da música, precisava ficar eternizada em um romance também..."

Existe de fato os personagens Natasha e Paulo?
Existe um pouco deles em muita gente que estava ao meu redor... tudo é inspiração... Mais o mais importante é que depois da publicação eu comecei a conhecer muitas Natashas que se identificaram com o romance, muitos Paulos também. É isso que acho incrível.

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu comentário