As amazonas das montanhas - Marih Macar

"Das paixões ardentes às missões sangrentas..." assim pode ser caracterizado o livro As Amazonas das Montanhas de Marih Macar, um livro cheio de personagens, cada uma responsável por uma característica e personalidade única.
Nessa sociedade das amazonas não tem espaço para homens, motivo esse o qual às faz relacionar-se entre elas, e mesmo diante à guerras e tantas diversidades, mostrar o amor.
A capa do livro é simplesmente linda e fascinante por si só.
A meu ver a autora quis mostrar a força, independência e garra que as mulheres podem ter, mesmo diante a si mesmas.



A história se inicia com a personagem Ludmilla que após ter sido abandonada pelo namorado próximo à Cordilheira dos Andes, foi encontrada por Kiria (mais conhecida como Bela - por se tratar da mais bela guerreira de todas). 
A partir disso, ela passa a conhecer o local onde habitam guerreiras as Amazonas, mulheres essas que além de guerreiras, se relacionam entre si, fatores esses totalmente novo e fora do comum para Ludmilla, no entanto, com o decorrer dos dias ela vai se descobrindo apaixonada não só pelo lugar, suas crenças e costumes, como também pela Kíria. Tal fato, a faz querer voltar à sociedade das Amazonas mesmo podendo voltar pra sua casa e sua família.
Durante o decorrer da história surgem várias outras personagens como Yanka jovem encarregada de "cuidar" de Ludmilla fator esse que as tornam amigas do início ao fim; Paola cheia de ambição e egoísmos capaz de querer matar Ludmilla por conta de seu grande amor  Kíria; 
Além disso, no decorrer da história surgem várias outras amazonas, não menos importantes para o desenrolar da história, bem como Diouxie guerreira que a meu ver poderia ser considerada a mais bela, não só pela sua beleza física, mais também por sua determinação e persistência.

A autora no início do livro explica cada uma das personagens de forma a manter o leitor mais familiarizado no decorrer da história, o que a meu ver não é bacana, tendo em vista que o leitor vai construindo o personagem no decorrer da narrativa. Mais já vi comentários em outros blogs positivos quanto à isso.
No início fiquei um pouco travada em ler, por se tratar de uma história cheia de personagens e detalhes minuciosos, fato esse que até cheguei a comentar com a autora, no entanto, no decorrer da história fui me familiarizando e me identificando com as personagens.
Me assustei um pouco também com o fato das personagens agirem friamente em algumas situações, mais com o passar das páginas, é perceptível que se não fossem assim, a história não teria graça.

Ao ler esse livro aprendi um pouco mais sobre a cultura e a sociedade das amazonas da montanha.




2 comentários :

  1. Adorei, Grazi!
    É isso mesmo.... Eu quero mostrar a força,a determinação e a independência que as mulheres podem ter.
    Obrigada! ♡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marih obrigada pelo comentário e pelo livro!!!

      Excluir

Deixe seu comentário