Sob a pele - Pâmella Marcenal

Jullie Clark (personagem principal) uma jovem cheia de problemas pessoais.
Com uma mãe alcoólatra, um pai ausente, e relacionamentos que só fracassam e a iludem, acaba por acreditar que a vida seria mais fácil se fizesse com seus futuros relacionamentos o mesmo que fizeram com ela até aquele momento, iria então, jogar na mesma moeda.

 
"... modo vadia sem coração ativado..."


Apaixonada por Matt ela se depara com o imprevisível ao acontecer algo que a mesma não esperava, já que surge então em sua vida Aaron Donavan (personagem), a partir de então passa a viver um triângulo amoroso, e descobrir quem de fato vale a pena, e ainda, descobrir que as pessoas podem lhe surpreender, até mesmo às que ela pensa amar.
No entanto, ao decidir se tornar essa "... vadia sem coração..." ela percebe que a vida lhe propõe novas formas de enxergar e encarar a vida.
Esse livro, é muito viciante, e não dá vontade de largar até mesmo quando acaba a última página, e através da história de vida de Jullie é possível extrair vários ensinamentos.

Diante de tantas decepções, ela descobre que não "... pode odiar as rosas porque uma (a) espetou...".

Conforme já mencionado anteriormente, Jullie Clark e Aaron Donavan mostram através de suas histórias de vida que mesmo diante à problemas, por piores que sejam, deve-se erguer a cabeça e seguir em frente com coragem.

Afinal imagine se por um momento de sua vida você tivesse o seguinte pensamento:
".... naquele momento, me vi vazia, com a sensação de que não era boa o suficiente nem para que a minha própria mãe gostasse de mim... Se minha mãe bebia para esquecer o quanto a vida dela era ruim, então eu não havia conseguido fazer da vida dela um lugar melhor..."

Ou então, se visse diante daquele que em seu coração esteve um dia, e percebesse que o mesmo na verdade não era flor que se cheire e que ele seria capaz de causar as piores lembranças de sua vida?!

A Pâmella Marcenal (autora do livro) só tenho a agradecer por ter me proporcionado ler uma história de qualidade, que há tempos não tive o prazer de ler, uma história que no mesmo momento em que provocava alegrias, provocava também tristeza, raiva e vontade de encontrar alguns personagens só pra lhes dizer o quão "canalhas" foram.

Daqui com certeza sairá uma entrevista, afinal, tenho muitas coisas a perguntar pra Pâmella.

2 comentários :

  1. Oi Grazi! Menina esse livro me chamou muito a atenção. Estou numa fase de livros diferentes, andou e ainda anda uma onda muito hot, e parece que algumas leitora só se interessam por esses livros. Não os estou desmerecendo, mas é que meu espírito de leitora aventureira, kkkkk, esta em busca de novos livros e diferentes. gostei muito da capa desse livro, e pelo o que você falou em sua resenha, é um livro que eu leria fácil/fácil e rapidinho.
    Dica mais que anotada.
    bjoks
    Eykler

    www.aghridoce.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eykler, o livro é maravilhoso, fazia tempo que não lia um livro de tão boa qualidade nessa temática.
      Além disso a Pamella é uma fofa, e me ajuda muito com conselhos, que ás vezes sinto como se fôssemos conhecidas a muito tempo.
      Recomendadíssimo!

      Excluir

Deixe seu comentário