Bienal do Livro: entre livros, leitores e autores

Ontem por mais irônico que possa parecer, fui pela primeira vez na Bienal do Livro (SP).
O evento é bem interessante já que reúne inúmeros leitores, blogueiros, autores e diversos profissionais ligados ao mercado editorial. Além disso, é inevitável não observar as belezas das vitrines dos estandes, com personagens, enfeites e muitos autores presentes e acessíveis, mesmo diante a tanta gente.

No entanto o que muito me decepcionou foi a falta de organização do evento, que a meu ver poderia ser melhor, se tratando de um evento de grande porte e tão bem mencionado.

Apesar de quase não conseguir andar, me alimentar muito mal e quase não conseguir comprar nada por conta das enormeessss filas, consegui dedicar meu dia aos autores(as) parceiros do Faces de Uma Capa e alguns outros brasileiros, e não me arrependi, já que além de novos parceiros, fiz novos amigos e isso é o mais legal de tudo.

Outra coisa que me decepcionei um pouco é ver que um evento como esse mantém o preços de capa na grande maioria dos livros, iludindo aos que vão achando que os livros estarão mais baratos. De fato algumas coisas encontram-se com desconto, mais a diferença não é tanta.
Fiz uma pesquisa muito rápida pra ver se compensava enfrentar as filas, e percebi que é possível pagar mais barato em livrarias.

Mais como tudo tem seu lado bom e ruim, a Bienal não é diferente já que é possível conhecer bastante gente legal, conhecer autores muito bacanas e ganhar muitos e muitos brindes e marcadores - para aqueles que são colecionadores assim como eu, vale a pena andar pelos estandes caçando marcadores, desde que esteja com disposição pra enfrentar filas "rs!", outra coisa bacana é a interação que a Bienal nos permite com pessoas com vários gostos literários. Além disso tudo, a Bienal proporciona algo muito bom, que é dar acesso à novas tecnologias no mercado livreiro, aproximando as várias classes sociais desse universo imenso da leitura.


Quero deixar aqui meus agradecimentos para as autoras na foto (Simone O. Marques; Jéssica Anitelli; Adriana Vargas) e os outros que não saíram nas fotos, por proporcionar pequenos mais satisfatórios momentos a uma leitora amante de seus livros e suas histórias, mesmo diante a uma multidão.






Mesmo diante da multidão e da falta de organização do evento, me diverti bastante e tive o prazer de ganhar alguns mimos, e ver personagens muito bacanas de nossa literatura e outras literaturas.

Recomendo aos que forem, comprar ingresso antecipado pra evitar a enorme fila da bilheteria, além disso, levar um lanche de casa, que além de bem mais saudável, sai bem mais barato, e evita filas, e ainda, ir com roupas leves e confortáveis, já que os espaços não dão conta da quantidade de pessoas e fica muito calor.











Sábado dia 30 estarei novamente no evento para prestigiar o lançamento dos autores:
 

Eva Zooks - Lançando o Cicatrizes

 

Paulo Siqueira - Lançando As histórias do Papai

 
 
Além de prestigiar outros autores e amigos.
 
Aos que quiserem me conhecer pessoalmente deixem comentários, ou me procurem no facebook, vou distribuir por lá marcadores do Faces de Uma Capa e mimos aos leitores do Blog.
 

3 comentários :

  1. Vou todos os anos na Bienal de São Paulo, e confesso que esse ano a organização deixou um pouco a desejar. Com relação ao preço dos livros, alguns estavam sim com uma excelente promoção, já outros nem tanto, e o mesmo livro poderia custar preços diferentes dentro da Bienal, por isso é bom pesquisar antes de comprar. Mas apesar dos contratempos, amo a Bienal, amo tanto que irei de novo para gastar mais. Rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kah... concordo com você, amo a Bienal também, acho que é um excelente lugar para encontrar pessoas, conhecer pessoas e gastar com livros...
      Obrigada por comentar ^.^

      Excluir
    2. Kah se quiser me encontrar, sábado estarei por lá... ai já te dou um marcador do Blog!!!

      Excluir

Deixe seu comentário