A última Música – Nicholas Sparks





 
Gente, quem já leu deve saber que esse livro é muito lindo, emocionante, apaixonante e sensacional... Nossa!!! Os elogios a serem feitos a essa obra são infindáveis. É um livro que merece um espaço na cabeceira da cama juntamente com os que mais tive o prazer de ler na vida.

Bom falando do livro em si....
O que esperar de um verão num local onde não se conhece ninguém, não se conhece nada e que é preciso ficar na casa de um pai que deixou de ser presente em sua vida há algum tempo, pois é, assim como a vida, esse romance nos coloca a guisa de uma história pra lá de especial, onde personagem principal (Ronnie) mostra que às vezes é preciso abrir mão do que já se conhece e permitir-se conhecer o novo, ou talvez reconhecer o “velho” – seu pai Steve que não teve a chance de explicar o porquê a abandonou juntamente com seu irmão Jonah (irmão mais fofo que já vi), e sua mãe. Esse livro mostra dentre tantas lições que é preciso aprender a perdoar antes de qualquer coisa, é também é preciso mudar aquilo que nos afasta das pessoas que amamos e que o mais importante de tudo é que é preciso dar valor a cada segundo de nossas vidas, antes que seja tarde demais.
Dentre as partes do livro às que mais me emocionaram – e olha que foram tantas (rsrs) – houveram algumas especiais para mim como leitora – daquelas de rir e chorar mesmo, independente de onde eu estava lendo:
O primeiro beijo entre Ronnie e Will – como resposta a um pedido de desculpas;
Jonah dar todas suas economia à Ronnie para que ela comprasse um vestido para ir ao casamento da irmã de Will (que era de classe alta);
Quando Megan (irmã de Will) vai atrás de Ronnie para saber se ela realmente ama seu irmão;
Quando Johan tem que ir embora e se despede de seu pai – que está em estado terminal;
Quando Ronnie volta a tocar piano como forma de agradecimento a tudo que seu pai fez a ela, e como pedido de desculpas por tê-lo julgado antes de saber o motivo dele tê-los abandonado;
Além dessas houveram outras tantas infindáveis e tão memoráveis quanto as já mencionada.
Esse, com certeza, é um livro que ficará PSNMP ‘Para Sempre no Meu Pensamento” quem leu o livro saberá porque abreviei assim!!!
Agora se tratando do filme, já não é de hoje que me decepciono com a “transformação do livro para filme”, que a meu ver tira a essência do que o autor quis passar ao leitor, que deixa perder muitas partes boa do livro, enfim, tira totalmente o valor que o livro tem, mas, sejamos francos “A última música - o filme” tira totalmente a essência do livro, tira a emoção, corta partes importantes do livro e perde o brilho que o livro tem.
E o pior de tudo é que não consegui ver os personagem do livro nos do filme, parecia outra história e muito mal interpretada.
NÃO RECOMENDO QUE ASSISTAM AO FILME,
POIS PODEM SE CHATEAR ASSIM COMO EU!!!

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu comentário