A Culpa é das Estrelas - John Green

"você vai rir e chorar..." de fato, pense em um livro que parece que a cada momento, mesmo você sabendo o final, é dada uma nova surpresa ao leitor. Um livro que faz você "rir" e "chorar" de fato.

Esse livro nos traz inúmeras lições de vida, dentre elas pode-se observar:

- o quão importante é o amor;
- as aparência não importam, deve-se romper esse prospecto que nos é posto dia a dia, com essas mulheres "gostosonas" e homens "sarados", não os desmerecendo, mais mostrando que cada um tem sua beleza, por isso fomos feitos uns diferentes do outro, e que temos gostos diferentes;
- quantos de nós não temos medo de cair no esquecimento e acabamos por fazer coisas que não são de nossa índole - ou você nunca viu uma garota da Playboy dizer que se arrepende de ter posado nua?;
- aproveite toda oportunidade que tiver como se fosse única pois não é sempre que você terá a sorte que "Hazel" teve de realizar um sonho novamente e o mundo não é "...uma fábrica de realizações de desejos";
- pense antes de fazer uma promessa, para não cair naquela de "promete e não cumpre";
- não reclame da vida, porque sempre haverá pessoas em situações piores que a sua;
- mesmo diante a uma doença, lute, insista, só assim se é possível leva-lá como algo que não te pertence.

Enfim, é um bom livro, no entanto, a obra meche muito com o sentimento, e inevitávelmente você verá mais de você na obra do que em você mesmo.








0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu comentário